O PROCON Colatina notifica as Agências Bancárias da cidade por não cumprirem a lei do tempo máximo de espera

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Devido o grande número de denúncias feitas pelos consumidores em relação a demora no atendimento de caixa dos bancos de Colatina, nesta segunda-feira (18) o Procon está realizou uma fiscalização em todas as unidades bancárias do município.
De acordo com o Diretor do Procon, advogado Benício Tavares, a lei estipula que em dias normais o tempo máximo de espera seja de 20 minutos, já em véspera ou após feriados prolongados esse tempo aumenta, ficando estabelecido o tempo máximo de 30 minutos. Porém, este horário não estava sendo cumprido por algumas instituições. “Os consumidores têm ligado muito denunciando que passam até duas horas na fila do banco. A  maior preocupação do Procon é em relação  ao tempo que o consumidor desperdiça aguardando o atendimento, sendo um desrespeito voluntário das garantias legais, com o nítido intuito de otimizar o lucro em prejuízo da qualidade do serviço, revela ofensa aos deveres anexos ao princípio boa-fé objetiva e configura lesão injusta e intolerável à função social da atividade produtiva e à proteção do tempo útil do consumidor”. destacou Benício.
A equipe do Procon está notificando in loco e dando 10 (dez) dias para as instituições bancárias cumprirem a presente legislação, sob pena de sofrerem sanções administrativas, que podem resultar em multas e suspensão do alvará de funcionamento. 
Importante mencionar que o consumidor que tiver seu seu direito violado, quando for atendido pelo operador de caixa, pode pedir para o mesmo autenticar sua senha, pois esse será o documento basilar que irá fundamentar sua reclamação na esfera administrativa ou judicial.

Polícia

Homem leva tiro nas costas em Colatina

Deu entrada no Pronto Socorro do Hospital Sílvio Avidos um homem identificado como Eubrine, vítima de tentativa de homicídio, por disparo de arma de fogo.

Deixe um comentário