Padre Miranda da Diocese de Colatina fala sobre os objetivos da Campanha da Fraternidade 2019

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Apresentada todo ano na quarta-feira de cinzas, quando tem início a Quaresma, período de 40 dias que antecede a Páscoa, a Campanha da Fraternidade 2019 tem como tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema: “Serás libertado pelo direito e pela justiça”. (Is 1,27). Desde 1962, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lança a campanha para ser desenvolvida no período quaresmal, que é um importante momento de reflexão para os católicos.

Para saber como o tema será abordado pela Igreja Católica e quais ações são esperadas por parte de seus fiéis, o Padre Joseumar Miranda da Silva, coordenador da Ação Evangelizadora da Diocese de Colatina explica. Confira as orientações do padre nesta breve entrevista. 

Qual é o objetivo da Igreja Católica ao lançar este tema para a Campanha da Fraternidade 2019? Quais são as discussões e reflexões esperadas por parte dos fiéis?

Padre Miranda: O objetivo principal é estimular a participação dos fiéis em políticas públicas, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja para fortalecer a cidadania e o bem comum, sinais de fraternidade. A campanha chama atenção dos cristãos para ações e programas que devem garantir os direitos humanos. Refere-se a um conjunto de ações a serem implementadas pelos gestores públicos. É uma atividade ampla de evangelização, que pretende ajudar os cristãos e pessoas de boa vontade a vivenciarem a fraternidade em compromissos concretos, provocando, ao mesmo tempo, a renovação da vida da Igreja e a transformação da sociedade, a partir de temas específicos. 

Como esta campanha pode ser convertida em ações práticas?

Padre Miranda: Todos os anos, a Campanha, além de ter um objetivo geral, nos oferece linhas norteadoras para as ações concretas, que chamamos de objetivos específicos. São eles: conhecer como são formuladas e aplicadas as políticas públicas estabelecidas pelo Estado brasileiro; exigir ética na formulação e na concretização de políticas públicas; despertara consciência e incentivar a participação de todo cidadão na construção de políticas públicas em âmbito nacional, estadual e municipal; propor políticas públicas que assegurem os direitos sociais aos mais frágeis e vulneráveis; trabalhar para que as políticas públicas eficazes de governo se consolidem como políticas de Estado; promover a formação política dos membros de nossa Igreja, especialmente dos jovens, em vista do exercício da cidadania; e suscitar cristãos católicos comprometidos na política como testemunho concreto da fé. 

E quais são as orientações da igreja para os seus fiéis, em relação à campanha?

Padre Miranda: A Campanha da Fraternidade 2019 quer contribuir para o conhecimento da importância do tema e promover uma participação maior na elaboração de políticas públicas nos diversos âmbitos da vida social (saúde, educação, segurança pública, meio ambiente). Os fiéis serão orientados e estimulados a refletir sobre o tema da Campanha por meio de encontros de formação, palestras, debates e rodas de conversa.

Fonte: Portal Linhares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular