Polêmica: aterro da fonte da praça de São Silvano causa insatisfação de moradores

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

A revitalização da Praça da Matriz, em São Silvano, é uma obra desejada a tempos pelos moradores da comunidade. Uma praça histórica que, além de ter uma relação direta com a vida religiosa da comunidade devido sua localização, também foi palco de muitas festas, encontros comunitários e romances.

A Praça da Igreja da Matriz foi degradada com o passar dos anos, e a sua revitalização significa dar uma nova vida aquele ambiente que é um símbolo da comunidade. Com o início das obras a Administração Pública tomou uma atitude que desagradou moradores e os mesmos logo se manisfestaram.

O ponto da discórdia da reforma, segundo o Vereador Vadir José Jarjura, foi o aterramento do local aonde está instalada a fonte da praça. Essa atitude foi o suficiente para chamar a atenção dos moradores e inflamar a comunidade. Segundo o Vereador, a praça faz parte da Igreja: “A prefeitura comunicou a Igreja, mas apenas comunicou sem possibilidade de conversar mais sobre o assunto”.

Ainda segundo o vereador, a fonte tem mais de 50 anos e sua existência é fundamental, não justificando aterrar para depois construir no mesmo lugar a outra fonte.

A Administração Pública relata que para reformar a fonte é necessário uma licitação para colocá-la em funcionamento. Sendo assim, para dar um andamento mais rápido a obra, a Prefeitura Municipal de Colatina resolveu aterrar o local, colocando grama e flores. Segundo a administração, isso seria feito para evitar foco de dengue pois a fonte não funciona, e já há alguns anos que não jorra água além do fato de que quando chove é local de acúmulo de água. Sendo assim, por uma questão de precaução, a prefeitura optou por aterrar e plantar até que a questão licitatória esteja resolvida. Segundo a Secretaria de Comunicação, o Prefeito Sergio Menegueli pretende reconstruir a fonte ainda este ano.

Os técnicos da obra relataram que a fonte precisa de uma reforma geral, pois a tubulação e vários serviços precisam ser efetuados para que possa voltar a ser funcional.

A polêmica se mantém junto aos moradores da comunidade. Mesmo com as explicações da administração a insatisfação está presente pois o ato de aterrar o local passa o sentimento de que nem tão cedo a fonte será reconstruída

2 respostas

  1. A fonte foi aterrada para evitar mosquito da Dengue, “temporariamente” porque etá sendo reformada e revitalizada e em breve estará em plena atividade e mais bonita.

  2. Ridiculo e muito mal dada a explicação, pois caso se pretenda recuperar a fonte ainda este ano, porque aterrá-la e gastar com paisagismo. Isso é gasto desnecessário do dinheiro público e má atuação da gestão.
    Fasta de visão e profissionalismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular