Licença para loteamento provoca indignação em moradores de Santa Teresa

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Um loteamento no Circuito Caravaggio, próximo à rampa de vôo livre, parte em área de APP pertencente ao funcionário da prefeitura Luiz Carlos Celestrino, (conforme foto do licenciamento).


A denúncia foi apresentada ao Ministério Público no ano passado. Conforme a planta de divisão dos imóveis há lotes de apenas 2.000 m², não permitido pelos critérios do Plano Diretor Municipal (PDM).


Apesar do visível desrespeito ao meio ambiente e às leis de ordenamento e parcelamento de solo do município, a secretaria municipal de meio ambiente concedeu a licença para o empreendimento.


O médico aposentado Marcos Mubarak, morador de Vitória que adquiriu recentemente uma propriedade no município, diz que tentou desmembrar uma área para seu genro, mas não obteve licença pois a área tinha apenas 5 hectare. “Não consegui licença apesar de ser apenas eu em uma área e meu genro e minha filha em outra, mas pelo que tô vendo, têm gente que pode?” Reclama.


Na época da denúncia, a secretária de meio ambiente Kadja Luchi Pereira, informou que os responsáveis já haviam sido notificados.

ES-FALA/Informação STN

Mais Notícias

Deixe um comentário