Mesmo com a pandemia, donos de lava-jatos de Colatina garantem que movimento não caiu

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

A preocupação na prevenção da Covid-19 tem levado muitos colatinenses a investir mais na higienização. E não estamos falando apenas da lavagem das mãos ou da casa, mas da limpeza automotiva, afinal, os veículos são considerados locais com potencial para transmissão do vírus. 

Segundo Álvaro Polese, proprietário do Lava-Jato Polese, localizado no bairro São Silvano, a procura pela limpeza dos veículos não diminuiu desde o início da pandemia, pelo contrário, aumentou, mas afirmou que ficou com medo, assim como todos os segmentos, já que muitos fecharam as portas em todo o Brasil. 

Segundo Polese, profissional com quase 24 anos de experiência na área, a importância do serviço de prevenção nunca foi tão valorizada como agora. A própria Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional confirma a alta demanda graças à necessidade de desinfecção dos veículos. Polese também contou que tem tomado todos os cuidados necessários, usando máscara e álcool em gel quando vai levar o carro ao cliente. Essa seriedade no trabalho gera confiança e fideliza o consumidor. 

E para quem não tem técnica e experiência na área, a orientação na hora de lavar o carro é se atentar aos locais que exigem mais atenção e aos produtos que serão utilizados. É que nem todos eliminam o vírus. Neste caso, segundo Polese, o mais indicado é a utilização de água e sabão neutro. 

As partes que devem ter maior atenção são as maçanetas, volante, câmbio, painel, cintos de segurança, além de outras que são mais tocadas pelo condutor e o passageiro. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular