Botafogo pede desculpas a bandeirinha guanduense xingada pela torcida

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

A árbitra de Baixo Guandu Katiuscia Berger Mendonça recebeu ontem à noite, da diretoria do Botafogo, um pedido formal de desculpas ao fim do jogo em que o time carioca derrotou por 3×0 a equipe do Brusque, pela série B do campeonato brasileiro.

Katiuscia atuou como bandeirinha na partida e foi xingada de “piranha” por torcedores do Botafogo, de forma insistente, ao apontar impedimento no gol de Rafael Navarro, que em seguida acabou confirmado pelo VAR.

Ao final da partida, o Botafogo postou um pedido de desculpas a Katiuscia em suas redes sociais. E na saída de campo o presidente do Botafogo Duercesio Melo entregou à árbitra guanduense um documento impresso com o posicionamento do clube.

O QUE DIZ O DOCUMENTO

“O Botafogo acredita no seu trabalho e defende a equidade de gênero. Hoje, na partida, presenciamos episódios que não condizem com o propósito da instituição, com o que pregamos e defendemos. Estes não representam os nossos milhões de torcedores. Receba nosso carinho e pedido de desculpas. Continue o seu trabalho e conte com o Botafogo para o que precisar”.

Com o resultado de 3×0 contra o Brusque (a partida aconteceu no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro), o Botafogo assumiu a vice-liderança da série B do campeonato brasileiro, atrás apenas do Coritiba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular