Colatina apresenta o menor índice de homicídios da história, entenda o porquê

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O trabalho das Polícias Civil e Militar em Colatina está focado no combate e na prevenção de crimes; a prova que essa  ação é eficaz estão embasados nos resultados. A cidade tem os menores números de homicídios em anos. Um trabalho complexo que requer investigação e uma ação integrada entre as forças policiais. A ideia central é evitar o próximo homicídio.

Cada operação que a polícia faz, cada traficante ou pessoas envolvidas em outros tipos de delitos que as Polícias Civil e Militar retiram das ruas é uma redução significativa na probabilidade de um novo assassinato em Colatina.

Com essas ações ,tanto da inteligência da Policia Civil como a ação eficaz da Polícia Militar estão evitando que marginais, cometam furtos, tráfico de drogas e assaltos. Essa ação integrada está conseguindo reduzir significativamente os números de assassinatos e de violência em Colatina.

Hoje, Colatina contabiliza 9 homicídios em 2019. Esse número é o menor da história do município. Um município com um número de habitantes menor que Colatina, como por exemplo, Nova Venécia, que fica  à 123 km de distância, já contabiliza 15 homicídios neste ano, sendo que a cidade tem em torno de 50 mil habitantes; um número bem inferior a Colatina que se aproxima de 120 mil habitantes.

Uma das operações que abalou o mundo do crime em Colatina foi a Operação Mark Chapman, conduzida pelo Delegado Deverly Pereira Jr, com uma ação integrada, Policia Militar e Secretaria de Estado da Justiça  (Sejus).

Nesta operação mais de 50 pessoas envolvidas com o tráfico de drogas foram presas em Colatina e outros municípios.

A operação impediu disputas pelo comando do tráfico de drogas em diversos bairros de cidade. Três grupos fortemente armados dominavam diversos bairros de Colatina; desses, 2 foram desconstruídos, desarticulando um percentual significativo do mundo do crime na cidade.

Mas não são todos os crimes que são praticados por traficantes ou pessoas envolvidas com o tráfico de drogas. Pessoas comuns se envolvem em confusões e praticam homicídios. Esses, em sua grande maioria, acontecem em bares da periferia ou em suas próprias residências. Não há como prevenir; são denominados assassinatos por motivo fútil.

Um cidadão comum está num determinado ambiente e por um motivo qualquer se enche de ira e comete o ato criminoso. Isso ocorre, no trânsito, bares, residências ou lugares distintos.

O Estado do Espirito Santo conseguiu diminuir o número de assassinatos em 16%. Colatina entorno de 33% até o presente momento. Isso significa que o trabalho integrado das polícias estão contribuindo para um sentimento de segurança real que o colatinense não vivenciava há muitos anos.

Foto captada nas redes sócias. Ilustrativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular