Prefeito Meneguelli, com um olho no combate ao coronavírus e o outro na reeleição, se filia ao PRB

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

O Prefeito Sérgio Meneguelli definiu a sua filiação partidária no último sábado (28). As conversas já vinham ocorrendo desde fevereiro, quando o prefeito recebeu a visita do Deputado Federal Amaro Neto e do Presidente da Assembleia Legislativa Erick Musso. Na ocasião foi feito o convite para que o prefeito se filiasse. O movimento é orquestrado pelo ex Governador Paulo Hartung que prepara no Estado o palanque para a candidatura a Presidente da República do apresentador de TV Luciano Hulk.

Daniel Favaratto, presidente do Sanear, disse que “O principal motivo que o Sérgio escolheu o PRB foi que não existe nenhum figurão no partido e só tem pessoas boas”. Segundo Favaratto, Meneguelli não comenta com ninguém se será ou não candidato a reeleição, “O prefeito está de olho nos problemas de saúde entorno do coronavírus. Esse é o pensamento dele no momento”. Afirma Daniel Favarato.

Mas o prefeito tem dois olhos, e pelo ato de se filiar, Meneguelli demonstra que está com um olho no Covid-19 e outro na reeleição. Assessores dão como certa a participação na disputa, mesmo o próprio anteriormente negando, e no momento, dizendo que não é hora de falar em eleição. Meneguelli é um político experiente, já participou de várias eleições e sabe que as peças do tabuleiro eleitoral ainda não estão na mesa. Por isso, as suas atitudes falam por ele nesse momento.

Pelo que tudo indica a disputa eleitoral para prefeito de Colatina será bem diferente de 2016, quando 9 candidatos disputaram a cadeira do executivo municipal. Um fato que poderá diminuir consideravelmente o número de candidatos a prefeito, é se o Secretário de Agricultura Estadual Paulo Foletto disputar a eleição. Foletto tem capacidade de agregar forças entorno do seu nome, desta forma, o número de candidatos cairia significativamente.

As conversas estão acontecendo, os que não pretendiam ser candidatos serão, e os que queriam ser de qualquer maneira, poderão não ser. Essa é a política em Colatina, cuja primeira vitória, nesta eleição, será conseguir um partido para disputar. Pois, a maioria, já estão compromissados com um projeto maior, as eleições de 2022 para Governador e Presidente da República.

Mais Notícias

Deixe um comentário