População colatinense ignora orientação para ficar em casa e lota o centro da cidade

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Nesta quinta-feira (9), véspera de feriado, o colatinense não respeitou o pedido de isolamento social, feito pelas autoridades e lotou as ruas do centro da cidade. Alguns com máscaras, mas a grande maioria sem utilizar o objeto de proteção coletiva andavam pelas ruas ignorando o perigo de contágio do Covid-19.

Casas lotéricas, supermercados, bancos o acúmulo de pessoas eram enormes, filas indianas ocupavam calçadas inteiras. A justificativa era a necessidade de pagar contas, sacar os benefícios governamentais e fazer compras. Dona Aparecida Siqueira, revela sua preocupação com as ruas lotadas de pessoas. “Eu vim na farmácia pra comprar meu remédio, pois sou do interior e não tenho ninguém para levar pra mim. Mas acho que esse povo não sabe o risco que está correndo não, tô doida pra ir pra casa logo”. Relata a moradora de Acioli, distrito de João Neiva.

A quantidade de pessoas era tão significativa que ocorreu dificuldade de encontrar vagas nos estacionamentos do centro da cidade. “Não parece que tem uma pandemia pro colatinense não né”. Questiona Lucimara Milanez, que revelou a nossa reportagem, que foi difícil encontrar vaga para estacionar na rua Expedicionário Abílio dos Santos, no centro. “O médico da minha filha fica a duas ruas daqui, vou ter que ir andando, ou seja, é mais risco que vamos correr e ela tem asma” relata a mãe preocupada.

Para 76% dos brasileiros o isolamento decretado nos estados e municípios do Brasil devem continuar e as pessoas devem ficar em casa. Apenas 18% têm a visão contrária, de que é mais importante acabar com o isolamento para estimular a economia. 6% não souberam responder.

Autoridades, profissionais da área de saúde, artistas, todos estão pedindo para que a população não saia de casa e se o fizer, que seja em último caso. É importante lembrar que Colatina tem cinco casos de Covid-19 confirmado pela Prefeitura.  

Mais Notícias

Deixe um comentário