Espírito Santo tem o sexto pior índice de isolamento social do Brasil e Colatina o segundo pior do Estado

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

O Índice de isolamento social no Espírito Santo é o sexto pior do Brasil e o de Colatina o segundo pior do Estado. Na terça-feira (25), apenas 37% dos capixabas ficaram em casa – Taxa que está abaixo da média nacional (38,3%). As informações são da Inloco, uma empresa de tecnologia que atua no ramo de geolocalização.

Considerando todo o país, o Estado capixaba só aparece atrás de Tocantins, Goiás, Maranhão e Mato Grosso do Sul – cujos índices variam entre 36,3% e 36,94%. Até São Paulo, epicentro nacional da doença, apresentou um isolamento social ligeiramente melhor: 37,2%.

Em comparação divulgada pelo Governo do Estado, a diferença do índice de isolamento social supera os 10 pontos percentuais. Os dados oficiais superam os 48,34% dos capixabas em casa, já na sexta-feira (26) o índice caiu para 45,94%.

A cidade de Colatina continua  apresentando a segunda pior média de isolamento social entre os 78 municípios do Espírito Santo. Enquanto que a meta ideal é de 70% de isolamento, conforme critério das autoridades em saúde, a média do município é de 42,62%.  

As cidades de Bom Jesus do Norte, Colatina e Cachoeiro de Itapemirim apresentam a pior média de isolamento social entre os 78 municípios do Espírito Santo. Enquanto a meta ideal é de 70% de isolamento, conforme critério das autoridades em saúde, a média desses municípios não superam 43%.

ES-FALA/Informação painel Covid/Empresa Inloco/A Gazeta

Mais Notícias

Deixe um comentário