Coronavírus: 29% dos infectados ficam mais de meia hora nos ônibus

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Uma boa parte dos contaminados pelo novo coronavírus podem ter sido infectados enquanto utilizavam o transporte público- já que 29,1% da população que testaram positivo passaram mais de 30 minutos dentro do ônibus, onde quase nunca é possível respeitar a distância mínima de 1 metro, recomendada pela Organização Mundial de Saúde.


A quarta fase do inquérito sorológico entrevistou 1.147 indivíduos que utilizaram o serviço por mais de meia hora. Quantidade que corresponde a 25,3% dos entrevistados, mas cujo a representatividade saltou quase seis pontos percentuais se comparado o número total de pessoas que testaram positivo.


Essa maior exposição também foi registrada entre aquelas pessoas que utilizaram serviço quatro vezes por semana. Diante da amostra total da pesquisa, elas representam 16%. No entanto, dentro do número de casos positivos, elas passaram a equivaler 21,9%. A pesquisa foi feita em Colatina, Afonso Cláudio, Alegre, Baixo Guandu, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Conceição da Barra, Ecoporanga, Iúna, Linhares, Marataízes, Nova Venécia, Santa Maria de Jetibá, São Mateus, Serra, Sooretama, Viana, Vila Velha e Vitória.

Em Colatina, a Viação Joana Darc monitora desde abril a temperatura de motoristas e cobradores. A medida tem como objetivo evitar possíveis casos de Coronavírus entre os colaboradores. 

Atendendo às orientações do Ministério da Saúde, a Joana Darc liberou das funções presenciais todos os funcionários pertencentes aos grupos de risco. Internamente, a empresa já distribuiu álcool em todas as áreas administrativas da empresa. Além disso, para garantir a limpeza extra dos veículos, um profissional atua nos pontos finais da empresa para fazer uma higienização rápida nos ônibus com álcool. Enquanto houver risco de contágio em razão do Coronavírus, a empresa realizará a rotina de hiper higienização.

Mais Notícias

Deixe um comentário