Ex-funcionário da prefeitura de Colatina e comissário de menor morre por Covid-19

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Nesta sexta-feira (17) ocorreu mais uma falecimento por Covid-19 em Colatina, a vítima um ex-funcionário da Prefeitura de Colatina do setor de obras e comissário de menor. Um senhor de 82 anos, mas segundo amigos, com uma vitalidade invejável. Aurélio Gatti, não resistiu a ação do novo coronavírus e faleceu no Hospital Dório Silva, em Laranjeiras na Serra.

Morador do bairro Santos Dumont, mas com enormes vínculos com a comunidade de Maria das Graças, onde criou seu filhos e construiu grandes amizades, Aurélio Gatti, começou a sentir os primeiros sintomas da Covid-19 no mês de junho, especificamente na quinta feira (25). 

Na segunda-feira, 29 de junho, foi levado por sua companheira Elizena Maria da Vitória, ao Posto de Saúde do Bairro São Pedro, onde foi atendido por uma enfermeira e posteriormente por uma médica. Diagnosticado com suspeita de Covid-19 foi determinado que ele e a companheira ficasse em casa cumprindo o isolamento domiciliar e marcou o teste para saber se ambos tinham sido contaminados pelo novo coronavírus.

Os sintomas foram se agravando e os filhos acharam melhor fazer o teste em um hospital particular no município de Colatina, onde foi confirmado a contaminação. Foi atendido pelos médicos do hospital onde foram prescritos os medicamentos e orientado a voltar para sua residência e manter a quarentena que já estava em andamento.   

Gatti passou uma semana bem, ligando para amigos, conversando via celular com a enteada Genevieve Caliari da Vitória, mas no domingo (5), começou a sentir falta de ar e o aumento de outros sintomas causados pelo coronavírus, a companheira comunicou aos filhos do Sr. Aurélio Gatti o agravamento da doença que imediatamente chamaram uma ambulância para encaminhá-lo ao Hospital SilvIo Avidos. 

Chegando ao hospital os médicos o internaram, pois a falta de ar precisava ser monitorada e combatida através de medicamentos. Na quarta-feira (8), a direção do Hospital comunicou a transferência do paciente para o Hospital Dório Silva, na Grande Vitória. “Ele estava muito agitado no sábado (11), com o agravamento dos sintomas e foi para UTI, e no domingo (12), ele foi entubado”. Revela a enteada. 

Seu estado de saúde foi se debilitando a cada dia, passou por uma hemodiálise e com as complicações causadas pela Covid-19, não resistiu e veio a falecer nesta sexta-feira (17), no período noturno.

Aurélio Gatti trabalhava diariamente. Após sua aposentadoria, passou a trabalhar na horta no bairro Maria das Graças, atividade que exercia até contrair a doença. “Pensa em uma pessoa que tinha 82 anos, mas que parecia ter 30 anos, de tanta força e vitalidade”. Relata o amigo Chico Mendes.

Gatti deixou quatro filhos: Evilázio, Rosiane, Marcos e Ariena. A companheira que convivia a 35 anos e muitos amigos, que tiveram o prazer de conviver com uma pessoa digna, trabalhadora e muito alegre, sendo em família ou na feira livre de Colatina ou então aos domingos na comunidade de Maria das Graças onde sempre cantava bingo e empolgava as pessoas com sua felicidade.     

Mais Notícias

Deixe um comentário