Três suspeitos são presos em Minas Gerais por assassinato em Colatina

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Três foragidos da Justiça Capixaba foram presos na madrugada de terça-feira (21) pelas equipes da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), da Delegacia Especializada Narcóticos (Denarc) e da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic), todas de Colatina. Os detidos, de 18, 24 e 32 anos, são suspeitos de assassinarem um homem de 41 anos no município.  Os mandados de prisão temporária foram cumpridos na cidade mineira de Aimorés. A ação contou com a participação da cadela ” Kyra”, da 15ª Delegacia Regional de Colatina. 

Os suspeitos foram localizados dentro de uma residência do bairro Betel, em Aimorés. “As equipes realizaram o levantamento de informações, por meio de denúncias anônimas e de investigações no Distrito de Baunilha, em Colatina, e em Aimorés, em Minas Gerais, e confirmaram a localização dos suspeitos no último final de semana”, informou o responsável pela operação, delegado Ricardo Barbosa.

Ainda segundo o delegado, o suspeito de 18 anos já residia na cidade mineira há sete meses e acolheu os outros dois suspeitos após o crime. “Antes de fugirem para Minas Gerais, os três detidos vinham aterrorizando a comunidade do Distrito de Baunilha, zona rural de Colatina. A localidade passou a ser palco de homicídios. Eles passavam ostentando armas de fogo e ameaçando pessoas que poderiam delatá-los às autoridades policiais”, disse.

O suspeito de 24 anos já havia respondido, anteriormente, por crime de tráfico de drogas. Já o suspeito de 18 anos também é apontado como autor de outro homicídio, investigado pela DHPP de Colatina.

O trio foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Colatina, onde permanece à disposição da Justiça.

Sobre o crime

O trio é investigado por um homicídio ocorrido no dia 27 de março, na localidade de Vila Juquita, no Distrito de Baunilha. As investigações apontam que a vítima de 41 anos foi morta por ter subtraído drogas dos três detidos, responsáveis por fomentar o tráfico de drogas naquela localidade.

“Na ocasião, os suspeitos invadiram a residência da vítima e a arrastaram para fora da casa para ser executada”, explicou Ricardo Barbosa.

Além do homicídio executado em março, investigações apontam que o suspeito mais jovem, de 18 anos, é o responsável pelo homicídio de um jovem de 22, ocorrido no dia 07 de janeiro. “A motivação do crime seria o fato de que a vítima teria delatado o irmão do suspeito para a polícia. O irmão do suspeito é investigado pela prática de latrocínio tentado ocorrido no dia 05 de março de 2018, também em Colatina”, completou o delegado.

Mais Notícias

Deixe um comentário