Empresário com lojas em Colatina e Marilândia morre de Covid-19

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Um dos empresários mais renomados de Colatina e Marilândia no ramo de máquinas agrícolas e irrigação foi a mais nova  vítima do novo coronavírus. Misael Eugênio Oliveira, vem de uma família de comerciantes sempre ligado ao ramo do agronegócio. Sempre feliz e muito querido pelos funcionários e amigos das duas cidades que ele se dividia.

Misael começou a sua vida profissional trabalhando com sua mãe que era proprietária da antiga loja Agrovete, cujo endereço era na Avenida Getúlio Vargas, no local que hoje se encontra o Banco Santander. A loja na época era uma das maiores de Colatina e tinha grande clientela.

Antes do falecimento de sua mãe, foi fundada no ano de 1986 a loja Macol, do mesmo segmento, onde Misael juntamente com os sócios se consolidaram no mercado. Atualmente o empresário era proprietário de duas lojas, ambas com o mesmo nome Imacol Irrigação e Automação. 

Misael por muitos anos dividiu seu tempo em duas cidades, Colatina e Marilândia. Fazia o translado diariamente entre os municípios até que optou em fixar residência em Marilândia, nos últimos anos. “Ele era um comerciante nato, comunicativo, brincava com todo mundo, seu jeitão cativava as pessoas”. Diz um de seus funcionários que trabalha no comércio de Marilândia.

Segundo informações, ele começou a sentir os sintomas da doença cerca de 30 dias e iniciou a quarentena em casa e estava se sentindo bem. “Ele piorou já quase no final da quarentena, me ligou e disse tô melhorando se cuida”. Disse um de seus funcionários que também foi contaminado pelo novo coronavírus na mesma época que Misael. 

Misael ficou internado em um hospital particular em Colatina por aproximadamente 20 dias, destes a maioria entubado e com período de melhoras. Com a diminuição da infecção, chegou a usar menos vasodilatadores, teve melhoras na função renal e estava em estado de melhora, mas com o passar dos dias não suportou a ação do vírus e veio a falecer nesta quarta-feira (29) no início da tarde.

“Amigo, leal, feliz, engraçado e de um coração bondoso. Se existe uma pessoa que vai fazer falta esse é Misael”. Expressões usadas por amigos e funcionários para definir um homem que viveu intensamente os seus 63 anos.

Misael, deixa esposa, Schirlene Vago e três filhos. E deixa também vários amigos e colaboradores que conviviam com ele no seu dia a dia, e que certamente sentirão falta de uma das pessoas mais alegres que Colatina e Marilândia conheceram. 

Mais Notícias

Deixe um comentário