Pedido por mudança de classificação de risco poderá alterar o funcionamento do comércio em Colatina

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Prefeitura e entidades comerciais assinaram um ofício em conjunto e o entregaram ao Governador Renato Casagrande, pedindo a mudança de classificação de risco da cidade para o Covid-19, de alto para moderado. Se as argumentações que estão nos documento forem aceitas pelo Governo do Estado, o comércio passará a atender as regras de risco moderado, com isso haveria a abertura sem limitações para comércio e prestadoras de serviço. 

No documento, a prefeitura e os empresários argumentam que a classificação atual prejudica Colatina e 11 municípios ao seu entorno que de uma forma ou de outra dependem da atividade comercial do polo econômico do Noroeste do Estado.

O documento afirma  que o novo método que coloca Colatina no risco alto, não favorece os índices de isolamento social no município, pois ao contrário de outras cidades que compõem o mesmo grupo de risco de Colatina, muitas não são cidades polo na saúde, no comércio e prestadoras de serviço.

Em Colatina, encontram-se internados pacientes de outros Estados, como Minas Gerais, Bahia, e pessoas de aproximadamente 11 municípios utilizam os serviços de saúde, do comércio, assistência médica hospitalar, assim somando uma quantidade de pessoas expressivas, que são chamadas de população flutuante, que são milhares de pessoas todos os dias vindo a Colatina e utilizando seus inúmeros serviços em diversas áreas.

Partindo deste principio, por Colatina ser uma cidade polo, na medida que o comércio funciona dias alternados, as pessoas tendem a vir mais de 1 vez na semana no município para resolverem suas demandas. Na medida em que o comércio abrir diariamente, como ocorre na classificação de risco moderado, a população flutuante não precisará vir a cidade diversas vezes, pois com uma viagem será o suficiente para resolver diversas demandas. 

Os solicitantes aguardam confiantes que as argumentações sejam analisadas pelo Governo do Estado e acreditam que existe a possibilidade de após um estudo de fluxo de pessoas circulantes no município de Colatina advindas de outras cidades, o governo possa concordar com as ponderações e incluir a cidade de Colatina no grupo de risco moderado e com isso o comércio poderá abrir diariamente. 

Mais Notícias

Deixe um comentário