Governo do Estado discute proposta de inquérito sorológico para alunos, professores e funcionários

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Na manhã desta sexta-feira (14), o Grupo de Trabalho (GT) que discute o retorno às aulas presenciais no Espírito Santo se reuniu mais uma vez, por meio da plataforma Meet. A pauta principal do encontro foi a proposta de realização de inquérito sorológico escolar, apresentado pela Secretaria da Saúde (Sesa). Também foram debatidos outros temas  como o retorno da educação infantil e o envio facultativo dos alunos às escolas, assim que isso for autorizado.

“Temos a proposta, que ainda está sendo amadurecida, de realizar o inquérito sorológico escolar. Isso significa promover um teste entre as equipes escolares (alunos e profissionais) após o retorno das aulas e outro mais à frente. Isso tudo ainda está sendo amadurecido, mas a intenção é acompanhar e monitorar, por amostragem, a realidade desse público”, afirmou o gerente de Vigilância em Saúde da Sesa, Orlei Cardoso. 

A previsão é de que um protocolo específico para a educação infantil seja elaborado nos próximos dias. Uma próxima reunião para debater esse tema está prevista para ser realizada na próxima semana.

Fazem parte do Grupo de Trabalho representantes da União dos Dirigentes Municipais da Educação (Undime-ES), Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), Associação dos Diretores e Ex-Diretores das Escolas da Rede Pública Estadual de Ensino do ES (Adires), Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo (MEPES), Sindicato das Empresas Particulares de Ensino (Sinepe), Conselho Estadual de Educação (CEE), Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), Sindicato dos Servidores Públicos do Espírito Santo (Sindipúblicos), Sistema OCB-ES, além da Secretarias de Estado da Saúde (Sesa), Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional (Secti), Procuradoria-Geral do Estado (PGE),

Sindicatos dos Trabalhadores em Educação Pública do Espírito Santo (Sindiupes) e dos Professores do Espírito Santo (Sinpro ES). A proposta é que a próxima reunião do GT aconteça em 15 dias.

Mais Notícias

Deixe um comentário