Polícia apreende grande quantidade de drogas na casa dos suspeitos de matar taxista de Marilândia

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

A Equipe de Força Tática da Polícia Militar de Baixo Guandu apreendeu drogas nas residências dos suspeitos de envolvimento na morte do taxista e pastor, na tarde desta sexta-feira (11), no município de Colatina, ES.

Em continuidade da prisão dos suspeitos de envolvimento no latrocínio ocorrido no município de Colatina, ES. Os militares realizaram uma operação e apreenderam drogas nas residências dos suspeitos em Baixo Guandu, na região noroeste do Espírito Santo.

Os bairros onde ocorreram as apreensões não foram divulgados pela PM. Nas residências foram localizados 77 (setenta e sete) pinos de cocaína, 7 (sete) tabletes de maconha, 17 (dezessete) pedras de crack e uma balança de precisão.

O material apreendido foi entregue na delegacia de Baixo Guandu, ES.

ENTENDA O CASO

Por volta de 12h30min, desta sexta-feira (11), três indivíduos, um maior de 18 anos e dois menores de idade de Baixo Guandu que estavam em Marilândia com o objetivo de comprar drogas, pediram uma corrida para Colatina, que foi atendido prontamente por Maciel Bernardes do Rosário, não sabendo ele que após 30 minutos os mesmos seriam seus algozes.

No trajeto já próximo a fábrica de tijolinhos, Maciel percebeu que um dos jovens estava armado e tentou parar o automóvel, neste momento o motorista levou um tiro na nuca, cujo a bala saiu pela bochecha. Ao matar o taxista, os três indivíduos tentaram retirar o corpo de dentro do carro, mas devido ao tráfego e suas ações serem observadas pelos que passavam pelo local, abandonaram o automóvel e fugiram por um matagal.

Na fuga, os marginais romperam dois morros e passaram por uma lagoa e se esconderam em uma casa abandonada. Segundo os moradores de Marilândia a ação da polícia além de eficaz, foi cinematográfica. “Era carro de polícia por todos os lados, fechando todas as entradas da região. Interessante de se ver”. Revela um morador da comunidade de Santa Fé, interior de Colatina.

A ação rápida e eficaz da polícia fez com que a mesma encontrasse os três trancados no banheiro de uma casa abandonada. No local, foi encontrado uma submetralhadora de calibre 380 e um revólver 38. Segundo a narrativa do Capitão Carlos Balbino que esteve no comando da operação, no momento da prisão os três jovens confessaram o crime.



Mais Notícias

Deixe um comentário