Ex-presidente da A.C.D.V e de bairros populosos de Colatina é morto com vários tiros

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

O Ex-presidente da Associação Colatinense de e para Pessoa Portadora de Deficiência Visual (A.C.D.V), ex- Presidente da Associação de moradores de bairros populosos de Colatina, como Santos Dumont e Nossa Senhora da Penha, e morador de Colatina por 40 anos foi assassinado com vários tiros à queima roupa em seu Sítio no município de Pancas, esta semana.

Após se aposentar, Sebastião Batista dos Santos, que no próximo dia 20 de setembro iria completar 65 anos, foi assassinado com quatro tiros à queima roupa, em seu sítio, na localidades de Montes Claros, município de Pancas. O crime ocorreu às 20 horas e 30 minutos de quarta-feira (9).

Sebastião e sua esposa, Dona Maria, moravam sós no sítio, que é reconhecido na região por ser bem cuidado, ter abundância de água e um belíssimo pomar. Às 20h30m, Sebastião foi desligar a bomba d’água, foi quando sua esposa ouviu vários disparos de arma de fogo. Maria ficou reticente em sair da casa, naturalmente ressabiada. Esperou passar uns minutos, após ver uma motocicleta passar pela estrada, retirou a lâmpada de emergência da casa e foi ao encontro de Sebastião.

Dona Maria foi para o carreador chamando pelo esposo, mas o mesmo não respondeu. A alguns metros à frente encontrou a lanterna e, posteriormente, viu Sebastião Batista dos Santos caído, com sangue e perfurações na região do tórax e pescoço, onde posteriormente foi confirmado por familiares que foram quatro tiros que ceifaram sua vida.

Pessoa querida por todos que conviviam com ele, Sebastião, sempre teve uma vida voltada ao trabalho. Por anos ajudou comunidades enquanto presidente e construiu boas amizades. “Sebastião não tinha inimizade com ninguém, tratava todos bem, gostava de brincar com as pessoas e adorava uma moda de viola, a noite, sempre enviava as orações para todos da comunidade”, relatam pessoas que conviveram com ele no local. 

Há alguns anos atrás colocaram fogo na residência de Sebastião e Dona Maria, fato esse que chamou muita a atenção na época. Não se sabe ainda se existe uma ligação entre o incêndio com o assassinato, mas a Polícia Civil está investigando o fato com muita determinação, colhendo as informações de familiares e de outras pessoas para que o crime seja desvendado. 

Mais Notícias

Deixe um comentário