Covid-19: Alunos de escolas públicas e privadas de Colatina serão testados

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (18), o secretário de Educação Vitor de Ângelo e o secretário de saúde Nésio Fernandes anunciaram a realização do Inquérito Sorológico Escolar, que servirá como base para a retomada das aulas presenciais nas escolas.  

De acordo com o secretário de Educação, alunos das escolas privadas, municipais e estaduais vão passar pela testagem em massa. Uma outra pesquisa censitária também será realizada com professores e servidores da educação pública estadual. 

TestagensAs amostras para o Inquérito serão coletadas em Colatina e mais 14 cidades de todas as regiões do Estado. São elas: Vitória, Vila Velha, Cariacica, Serra, Afonso Cláudio, Santa Maria de Jetibá, São Mateus, Linhares, Nova Venécia, Cachoeiro de Itapemirim, Marataízes e Alegre. Os municípios foram escolhidos pela Secretaria de Saúde por representarem as microrregiões do Estado, podendo, assim, mostrar um panorama mais amplo da pandemia no Estado.

Aproximadamente, cerca de 5 mil estudantes e colaboradores, de escolas sorteadas, serão testados em cada etapa do Inquérito. Já os profissionais das escolas estaduais serão 100% testados.

Ainda de acordo com a secretaria de Saúde, o primeiro momento do teste será feito antes do retorno das aulas presenciais e o segundo será feito após a retomada das atividades nas escolas.O teste sorológico usado nos exames será o de quimioluminescência, considerado mais confiável. Quem participar da pesquisa também vai responder a um questionário.

PROTOCOLOS PARA A RETOMADA DA EDUCAÇÃO INFANTIL

De acordo com o secretário de Educação, Vitor de Ângelo, uma minuta foi apresentada sobre a retomada da Educação Infantil e atualmente está em debate entre o grupo de discussão do Estado. O protocolo deve ser divulgado nos próximos dias.

A RETOMADA PARA ENSINO MÉDIO E FUNDAMENTAL

Data para a retomada das aulas foi definida?Nésio Fernandes afirmou que a data para a retomada das aulas presenciais ainda não foi definida. Segundo o secretário, do ponto de vista sanitário, o Estado ainda precisa reunir condições para que possivelmente as atividades retornem em outubro, porém ainda não há uma definição sobre o assunto. 

Segundo o secretário de Educação, a proposta é que cada etapa de ensino retorne escalonadamente, num intervalo de 15 em 15 dias.

CONSULTA PÚBLICA PARA RETORNO DAS ATIVIDADES PRESENCIAS

Entre os pontos citados na consulta pública realizada pelo governo do Estado nas últimas semanas, o secretário de Educação informou que a secretaria recebeu sugestões para distribuição de máscaras, pedidos para testagem em massa e também que as aulas voltassem apenas após a chegada de uma vacina contra a covid-19, o que neste momento, o Estado considera inviável.

RETORNO SERÁ FACULTATIVO

De acordo com o secretário de Educação, as famílias poderão escolher se vão autorizar ou não os filhos a retornarem às escolas. Quem preferir, poderá continuar com as atividades remotas.

ESCOLAS SERÃO VISTORIADAS?

Nésio Fernandes informou que o Estado também avalia realizar inspeções nas escolas, para verificar o cumprimento das medidas e protocolos de prevenção e controle do coronavírus. Uma plataforma online também vai auxiliar o trabalho de fiscalização.

Mais Notícias

Deixe um comentário