Ex-Presidente da Câmara Municipal de Colatina Falece de complicações da Covid-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O ex-presidente da Câmara Municipal de Colatina e juiz  aposentado Eraldo Trevizani faleceu na madrugada de quarta-feira (07), vítima de complicações da COVID-19, num hospital particular de Colatina, onde encontrava-se internado desde o dia 10 de março.

Dr. Eraldo morava em Baixo Guandu desde 1993, quando assumiu a função de juiz de Direito na cidade. Exerceu a função até 2012, quando aposentou-se e concorreu a prefeito. Depois de aposentado continuou residindo em Guandu, adotando a cidade como moradia definitiva.

Os primeiros sintomas da COVID-19 surgiram no dia 8 de março, sendo que por precaução, o Dr. Eraldo foi internado num hospital particular em Colatina dois dias depois. Mesmo internado,  Eraldo continuava mantendo contato com amigos e relatava estar bem, porém no dia 15 de março foi transferido para uma UTI. No dia seguinte, foi intubado.

Na semana passada as notícias da recuperação eram ótimas: dr. Eraldo foi extubado e submetido a uma traqueostomia, com transferência para uma UTI com visita de familiares liberada.

A preocupação maior era a função renal que continuava comprometida, mesmo com as sessões de hemodiálise realizadas há dias.

No boletim divulgado ontem, a família informava o agravamento do estado de saúde, já que a sedação havia sido reduzida e o dr. Eraldo não acordava. À noite ele seria submetido a uma tomografia cerebral. Na madrugada de hoje, ocorreu o óbito por complicações da COVID-19, depois de 27 dias de internação.

Dr. Eraldo foi presidente da Câmara de Colatina e disputou a eleição para prefeito da cidade em 1982, quando teve Davi Lauret, representante do então Distrito de São Domingos do Norte como candidato a vice-prefeito.

Eraldo Trevizani chegou a assumir a Prefeitura durante 15 dias, em 1981, durante afastamento do então prefeito Devacir Zaché para tratamento de saúde.  

Trevizani, também lecionou na extinta Fadic (Faculdade de Direito de Colatina), onde se destacou como professor de Direito e permaneceu na vida acadêmica até seu ingresso na magistratura.

 O sepultamento do dr. Eraldo vai acontecer na tarde de hoje em Colatina, onde moram seus dois filhos e netos. O horário do velório e sepultamento ainda não foram divulgados pela família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular