Aos 20 anos, estudante de Colatina é aprovado em 9 faculdades internacionais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

“Nada é por acaso. Nós somos os mais interessados em construir o próprio futuro”. Esse é o primeiro conselho de Gabriel Brandão Scarpati, de 20 anos, se lhe perguntarem qual é o segredo do sucesso. Com muita luta e estudo, o jovem, residente em Colatina, foi aprovado em 9 universidades internacionais. Ele conseguiu ser aceito em oito instituições dos Estados Unidos e uma do Canadá. 

No final de 2020, Gabriel concluiu o Ensino Médio integrado com o curso Técnico de Edificações no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes)-Campus Colatina. Durante os três anos na instituição, o estudante sempre se destacou pelo alto desempenho acadêmico e bom resultado em olimpíadas e competições de Matemática, Física, Ciências e Astronomia. 

Sempre disciplinado e com bom desempenho, o estudante tinha o sonho de estudar fora do Brasil. Com mais afinidades com as ciências exatas, a escolha do curso foi natural para o capixaba. Determinado a estudar fora do país, Gabriel tinha noção que precisava se preparar muito, já que não é fácil conseguir ser aceito em uma universidade internacional. Então, o estudante conseguiu o valioso apoio de uma antiga professora do Ifes, que colaborou em todo processo. Com esse apoio da educadora e seu mérito, o colatinense conseguiu ser aprovado em nove instituições internacionais. 

Apesar da alegria pela aprovação, o sonho do estudante capixaba pode estar ameaçado. Com os altos custos para se manter fora do país, Gabriel criou uma vaquinha para conseguir fazer a mudança. Gabriel sempre ajudou os pais na padaria da família e descreve os custos elevados de estudar fora do país. 


“São US$ 5.410 dólares pelas aulas, US$ 1.100 por livros e materiais didáticos, US$ 11.836 para moradia e alimentação, US$ 4.100 por outros gastos e US$ 2.957 por um seguro de saúde”, relatou. Os custos ultrapassam os US$ 25 mil dólares por ano, quase R$ 140 mil na cotação atual. 

Quem quiser ajudar o estudante, pode colaborar através de uma vaquinha virtual. O PicPay do Gabriel @gabriel.brandao.scarpati. Qualquer valor é uma grande ajuda. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular