Deputado Federal Da Vitória afirma que não há mais motivo para a Eco 101 não iniciar imediatamente a duplicação do trecho Norte da BR-101

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O coordenador da bancada federal capixaba, deputado Da Vitória (Cidadania-ES), afirmou nesta sexta-feira (06/08) que não há mais motivos para que a concessionária Eco 101 não dê o início imediato das obras de duplicação da BR-101 no trecho entre a Serra e Pedro Canário, norte do Espírito Santo. 

O parlamentar afirmou que foi comunicado pelo presidente da Comissão Externa de Fiscalização da Duplicação da BR-101 no ES, o deputado federal Ted Conti (PSB-ES) de que o Ibama vai conceder a licença ambiental para a execução das obras de duplicação de todo o trecho Norte, excluindo os 25 quilômetros que ficam dentro da Reserva Biológica de Sooretama.

“O Ibama acatou a proposta da bancada federal em liberar a duplicação de todo o trecho na região norte do Espírito Santo, separando a Reserva de Sooretama. Agora, não há mais nenhum motivo para a Eco 101 não promover imediatamente a duplicação de toda a BR-101 no Espírito Santo. Muitas mortes já ocorreram, muitos acidentes ainda acontecem por conta de não estar duplicada a rodovia. A bancada capixaba e nosso mandato continuarão vigilantes e cobrando para que o contrato de concessão seja cumprido. Os pedágios estão sendo pagos e o cidadão capixaba merece respeito no cumprimento do contrato”, afirmou Da Vitória.

A bancada esteve reunida ontem com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, para tratar das obras de infraestrutura no Estado, incluindo o impasse na duplicação da BR-101. 

Da Vitória vem cobrando ao longo dos últimos meses a concessionária pelo atraso nas obras de duplicação da rodovia, que está sob concessão desde 2013.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular