Durante briga, marido é esfaqueado por esposa grávida em Colatina

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Policiais militares foram nesta manhã de sexta-feira (10), até o Pronto Socorro do Hospital Sílvio Avidos, em Colatina, para verificar denúncia de que um indivíduo teria se envolvido em uma briga em sua residência e se ferido com uma faca.

No hospital entraram em contato com a mulher da vítima identificada como S.S.C., que narrou os seguintes fatos: que ela e seu companheiro J.O.S., beberam cerveja durante a noite de quinta-feira (9), e que o marido começou a receber ligações de uma mulher.S., relatou que desconfiou que estava sendo traída e que durante à noite não conseguiu dormir. Na manhã desta sexta-feira foi tirar a dúvida olhando o celular de J., e com isso começaram a brigar.

Em certo momento, J atirou uma faca em sua direção. Ela pegou a faca no chão e acabaram entrando em luta corporal e que ela só se recorda de ver o companheiro sangrando na altura do ombro e que ajudou a socorrer o mesmo até o hospital.

A mulher apresentava um corte na barriga mas não soube como foi que se feriu e que está gestante de seis meses.

J.O.R.,o marido, narrou os seguintes fatos: disse que sua mulher o teria acertado com uma faca durante uma briga entre os dois e que não se lembrava do restante dos fatos. J., foi deixado sob cuidados médicos e precisou realizar uma cirurgia .

A mulher foi levada para o Hospital São José por estar grávida, sendo examinada por médicos que determinaram que ficaram em repouso para verificar a situação do corte na barriga dela e o estado da criança.

S., informou aos policiais que o companheiro teria algumas munições escondidas em cima de um caibro perto da janela da casa onde o casal mora. Na referida casa os militares encontraram escondido no local indicado dentro de uma sacola sete munições calibre 22. Não foi encontrada nenhuma arma de fogo.

Diante dos fatos os policiais foram à  Delegacia de Polícia (DPJ), para registrar o fato deixando ciente a autoridade policial de plantão para serem tomadas as medidas cabíveis ao caso.

O casal envolvido na ocorrência ficou sob cuidados médicos.

ESFALA: não será revelado o bairro e o nome completo dos envolvidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular