Polícia

Homem é preso por dirigir embriagado em Colatina

Policiais militares realizavam neste domingo (24), cerco tático na Avenida Sílvio Avidos, em São Silvano, Colatina, quando abordaram uma motocicleta Honda Biz. O condutor A.S.F.,

Paróquias em Colatina e região celebram dia da padroeira

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Para celebrar o Dia de Nossa Senhora Aparecida, nesta terça-feira (12), as igrejas católicas de Colatina e região estão com missas programadas para lembrar a data. Mesmo com a cobertura vacinal atingindo cada vez mais pessoas, as celebrações devem ocorrer dentro dos protocolos sanitários, com a obrigatoriedade de máscaras e uso de álcool em gel. 

Na Paróquia Catedral Sagrado Coração de Jesus, no Centro, estão previstas duas missas ao longo do dia, sendo que a primeira ocorreu às 7h e a segunda será às 19h, ambas celebradas pelo padre Valdecy Romão. No mesmo ritmo, a Paróquia São Roque, localizada em São Roque do Canaã, realizou missas às 7h, na comunidade Vila Verde; será às 10h na Igreja Matriz, e às 18h na comunidade Nossa Senhora Aparecida, em Vila Torezani. 

Em Baixo Guandu, a Paróquia São Pedro tem programada uma missa no feriado para ás 18h. As demais igrejas católicas de Colatina e região, que possuem outros padroeiros, celebram também missas em comemoração á data, mas nos horários normais de oração de cada local. 

QUEM FOI NOSSA SENHORA APARECIDA?

A imagem da santa negra foi encontrada em 1717 por três pescadores no Rio Paraíba (SP), chamado á época de Rio Itaguaçu. Eles tentavam há horas, sem sucesso, fisgar algum peixe. Ao içarem a imagem de uma santa degolada e, em seguida, a cabeça, as redes encheram-se de peixes. 

Os pescadores consideram o feito um milagre da santa resgatada. Ao limparem a escultura, perceberam que a imagem era de Nossa Senhora da Conceição, mas estava com cor escura devido ao contato com a lama do fundo do rio. Então, passaram a chamá-la de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. 

Começava assim a história de devoção àquela que viria a ser consagrada padroeira do Brasil, e que faz alusão à Maria, mãe de Deus.

A TRADIÇÃO DOS FOGOS EXATAMENTE ÀS 12h

Em todo o país é tradição detonar fogos de artifícios pontualmente ao meio-dia no Dia de Nossa Senhora Aparecida. O ritual está vinculado ao barulho dos sinos que ecoavam por toda a cidade há séculos atrás. Em Colatina, muita gente ainda mantém a tradição para saudar a padroeira. Isso vem de muitos anos e nesse não será diferente.

ES FALA: foto crédito Quinta Dellarte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular