Funcionário do SAAE é encontrado morto dentro de apartamento em B. Guandu.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O operador de retroescavadeira, Samuel Ferreira da Silva (42), que trabalhava no SAAE – Serviço autônomo de Água e Esgoto, foi encontrado morto, na tarde desta quinta feira (29), dentro do apartamento que ele morava no Centro de Baixo Guandu, no Noroeste do Espírito Santo.

De acordo com informações, Samuel trabalhou normalmente na segunda feira (26), depois não apareceu mais no serviço. A empresa estranhou o fato e no dia de ontem, quarta feira (28), colegas de trabalho foram até o apartamento procurá-lo, chamaram e não tiveram resposta.

Um parente de Samuel foi com a Polícia Militar até o apartamento e chamaram um chaveiro para abrir a porta, ao entrarem sentiam um forte odor e encontraram Samuel já sem vida.

A Polícia Civil foi chamada e esteve no local para fazer a perícia técnica, o rabecão recolheu o corpo que foi levado para o IML de Colatina-ES. A suspeita da morte é de infarto ou um AVC, mas somente com os resultados dos exames poderá apontar com precisão a verdadeira causa da morte.

Pessoas ligadas a Samuel disseram que ele era frequentador assíduo das redes sociais e que teria feito a sua última visualização em um aplicativo por volta das 20h e 28 min, de segunda feira (26), o que leva a crer que ele teria morrido naquela noite.

Durante os trabalhos da polícia, um grande números de pessoas e curiosos estiveram no local, o trânsito na Avenida Carlos de Medeiros ficou parcialmente interditado. Funcionários do SAAE acompanharam os trabalhos e um clima de tristeza tomou conta da empresa.

Fonte: A Tribuna do Vale.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular