Motociclistas reclamam da diminuição de vagas de estacionamento no centro de Colatina. Vagou Rotativo diz que não diminuiu

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Uma reclamação se destacou em Colatina após o término do recapeamento asfáltico no centro da cidade. Os números de vagas de motos diminuíram e as de carro aumentaram. Esse é o questionamento dos motociclistas.

O raciocínio era que, na medida que se diminui as vagas de motos, sobram mais espaços para se estabelecer as vagas dos automóveis. 

As reclamações foram muitas, nas ruas, entre lojistas e moradores do centro de Colatina. Não se sabe ainda se é o efeito da mudança, uma sensação ou se realmente houve a diminuição dos números de vagas.

Várias mudanças ocorreram; ruas que eram referências em estacionamento de motocicletas não são mais e locais novos surgiram. Segundo a empresa que faz a gestão dos estacionamentos, essas mudanças ocorrem para dar uma maior mobilidade ao transito, mas negam a diminuição dos números de estacionamento para motocicletas.

Segundo um dos responsáveis pela empresa em Colatina Andre Pardin ” O número de vagas não diminuiu, o que ocorreu foi um remanejamento. As vagas estavam muito separadas. Vagas que estavam fragmentadas agora estão todas juntas”.  Andre dá exemplos; cita a rua Cassiano Castelo, onde as vagas que estavam em frente a loja Garage Primavera, agora estão em frente a loja Feirão dos Colchões, onde o número de vagas de motocicletas foram aumentadas.

Outra modificação foi o comprimento dos estacionamentos, tanto de carro como de moto; foram padronizados. Para motocicleta serão 85 cm. Com essa medida, não haverá mais a possibilidade de colocar uma motocicleta entre outras duas que estão estacionadas corretamente. Para carros a metragem do estacionamento foi padronizada em 5 metros.

A empresa Vagou Rotativo está aguardando a Secretário Municipal de Transito do município terminar a marcação das vagas destinadas a carga e descarga, para informar com exatidão o número de vagas de automóveis e motocicletas. 

As reclamações continuam, e a sensação, talvez devido as mudanças, é de diminuição das vagas para motocicletas e aumento de vagas para automóveis. É crer nas informações fornecidas pela  Administração e  a empresa que faz a gestão do estacionamento rotativo do município ou permanecer a desconfiança, pois o que poderia provar a realidade dos fatos são as marcas dos antigos locais para estacionar, mas essas já não existem mais, pois estão de baixo da camada asfáltica por quase todo o centro da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular