Poderão ser nomeados nesta segunda-feira (30) os membros da CPI das encostas em Colatina

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

“Preciso dar cara e corpo a CPI, esse é o meu papel” essa fala é do Presidente da Câmara dos Vereadores de Colatina, Eliézio Braz Bolzani.

O presidente relata que está conversando com os vereadores, em especial os que estão aptos a participar, pois devido ao regimento da Casa alguns membros da mesa não poderão fazer parte.

Eliézio disse que vai respeitar a proporcionalidade, pois  alguns partidos, por terem maior número de vereadores, tem direitos adquiridos que está no regimento da casa. “Não estou preocupado se os membros são da oposição ou apoiadores do prefeito, o que eu quero é dar cara e corpo” disse Eliézio.

Mas, o presidente reconhece que para essa cara e corpo ser aprovada pela sociedade a mesma terá que fazer uma leitura de isenção dos membros que a compõem.

O Prefeito Sergio Menegueli, em sessão da Câmara Municipal de Colatina, solicitou aos vereadores que abrissem a CPI , pois não tinha nada a esconder, um ato único na vida política do município onde um prefeito pede a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito. Seu grupo político aprovou a manobra, dizendo que essa atitude é de quem nada deve.

Mas, por outro lado,trouxe mais atenção da população colatinense para o fato político, pois com o pedido do prefeito Menegueli, não poderá haver nenhum tipo de brandura por parte do legislativo, pois qualquer sinal de benevolência de aliados, cairá por terra a credibilidade da CPI. Por isso a composição será o primeiro passo para a população levar ou não a sério a CPI.  

Sabedor desta questão, o Presidente do legislativo municipal , tem cautela em falar sobre a composição dos membros da comissão e relata que os vereadores que poderão participar são oito, desses, 3 serão membros. Mas os nomes não estão definidos, apenas probabilidades.

Além dos três vereadores também farão parte da comissão, um assessor jurídico titular e suplente e taquigrafo titular e suplente.

Existe a possibilidade de que a leitura dos nomes seja feita na sessão nesta segunda-feira (30), pois na próxima sessão não será possível devido a análise das contas da última gestão municipal.

Após a definição dos nomes, a comissão terá 15 dias para dar o parecer e terá 90 dias com a condição de mais 90 para concluir se houve ou não erros cometidos pela administração relacionada às obras das encostas do município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular