Marilândia faz bloqueio sanitário nas entradas da cidade

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

A Secretaria de Saúde da cidade de Marilândia está chamando a atenção pelo trabalho que está realizando no combate ao coronavírus. Várias ações estão acontecendo simultaneamente e aproximando os profissionais de saúde da população e restringindo a aglomeração de pessoas. Em Marilândia, 50 residências estão em quarentena, todas são monitoradas diariamente por uma ampla equipe de profissionais.

A reunião entre Secretário de Saúde de Marilândia, sua equipe e médicos do Programa da Saúde da Família  (PSF) ocorrem diariamente para a troca de informações e criação de novas estratégias no combate a pandemia. Cada profissional recebeu um celular para ter uma linha direta com a população e consequentemente tirar dúvidas, oferecer conhecimento  e orientação. Como por exemplo os psicólogos que dão atenção redobrada aos moradores, devido ao confinamento e as pressões emocionais que envolvem o momento.

Em Marilândia há um bloqueio na entrada da cidade, não é impeditiva, as pessoas mesmo de fora, podem entrar na cidade, mas todos os automóveis são parados para verificar se tem algum passageiro com sintomas de gripe ou se onde moram alguém esteja gripado. Desta forma é feito um monitoramento com maior rapidez e aumentando significativamente as chances de detectar pessoas com sintomas.

Por ser uma cidade do interior, ainda se mantém alguns costumes de décadas, como por exemplo, as pessoas de mais idade sentarem nos bancos no canteiro central do centro da cidade para conversar entre amigos, só que esse ato cria aglomeração, por isso, a Prefeitura Municipal decidiu retirar os bancos para que não aja contato entre as pessoas, impedindo assim a proliferação do vírus em uma faixa etária de altíssimo risco que são os idosos que frequentam o local.

As fábricas da cidade mantém suas atividades, com isso, a Secretaria de Saúde faz um bloqueio sanitário na porta das fábricas para detectar se algum trabalhador está com sintomas de gripe. 

Segundo o Secretário de Saúde Beto Partelli hoje 50 residências estão sendo monitoradas diariamente por agentes de saúde, para saber se realmente estão todos em casa e quais os sintomas que os moradores estão sentindo.


Mais Notícias

Uma resposta

Deixe um comentário