Ministério Público pede afastamento de quatro vereadores da Câmara Municipal de Colatina

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

O Ministério Público há meses vem levantando dados sobre supostas práticas irregulares de alguns vereadores da Câmara Municipal de Colatina. Segundo informações preliminares do MP, quatro vereadores estão envolvidos e são alvos de uma Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa.  .

Após o levantamento das provas o Promotor de Justiça Dr. Izaias Vinagre protocolou esta semana, em formato digital, pois o Fórum de Colatina não está aberto para atendimento, devido ao combate ao Covid-19. Mas assim que o Fórum voltar a funcionar,  segundo informações, serão encaminhados os autos físicos. O Promotor, não tratou da questão criminal e se atentou exclusivamente na ação da improbidade administrativa, que é de sua responsabilidade.

O Presidente da Câmara de Vereadores de Colatina Eliézio Bolzani, um dos quatro vereadores acusados pelo Ministério Público, disse a nossa reportagem que recebeu a notificação nesta quinta-feira (16), encaminhou para o seu advogado e a após a análise, irá se manifestar.

Outro vereador acusado pelo Ministério Público, um dos vereadores que mais se destaca na Câmara pela sua atuação e por estar como pré candidato a prefeito da cidade, Renan Bragatto, relatou que foi notificado sobre o processo, e vai encaminhar para os advogados, disse que somente vai se manifestar em juízo.

O Vereador Tom, outro parlamentar acusado pelo Ministério Público, também respondeu que os advogados estão analisando o processo e irá se manifestar em juízo. 

O Vereador Zé Araujo não respondeu o questionamento que foi enviado para ele, via aplicativo.

Mais informações a qualquer momento, sobre quais as práticas irregulares supostamente executadas pelos vereadores, no seu Portal ES FALA

Mais Notícias

Deixe um comentário