Colatina registra 1ª morte suspeita pelo novo coronavírus

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

O falecimento de um detento em Colatina nesta terça-feira (28), levantou suspeitas sobre a causa da morte. O homem de 37 anos, estava internado na UTI do Hospital Sílvio Avidos e respirava com ajuda de aparelhos. O laudo médico da morte, segundo informações é de Síndrome Respiratória Aguda Grave, que pode ou não ser causado pelo Covid-19.

Cumprindo pena de 6 anos, o detento J.A.P. em breve iria para o regime semi-aberto, desde de 2018 estava no Presídio de Santa Fé no interior de Colatina. Durante o dia trabalhava fora da casa de detenção em troca de redução de pena, e após o trabalho, retornava para o presídio. J.A.P. havia se convertido a religião evangélica e segundo amigos, buscava a ressocialização. A vítima deixa esposa e 2 filhos.

O Hospital Sílvio Avidos colheu o material para que fosse feito o exame para Covid-19 e enviou para ser analisado pelo laboratório de referência estadual para análises das áreas de vigilância epidemiológica, sanitária e ambiental, vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (LACEN). Ainda não houve definição da data que será divulgado qual o vírus causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave no detento. 

O resultado é aguardado pelas autoridades municipais e estaduais com apreensão, pois por estar preso o contato com dezenas de outros detentos no local do cumprimento da pena e no trabalho era inevitável. Um amigo da família revelou que J.A.P teve pneumonia crônica a 10 meses, mas conseguiu se curar.

A qualquer momento mais informações sobre o falecimento do detento colatinense J.A.P por Síndrome Respiratória Aguda Grave.

Foto captada nas redes sociais

Mais Notícias

Deixe um comentário