Represa de dejetos rompe e contamina afluente do Rio Doce, em Minas Gerais

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

O rio Casca, afluente do rio Doce, foi atingido, pelo rompimento de uma lagoa de dejetos de uma granja suína. A provável fonte poluidora está localizada na zona rural do município de Urucânia, próximo ao município de Ponte Nova, em Minas Gerais. A lagoa recebe dejetos sem tratamento e tem volume estimado de 12 mil metros cúbicos. Além do rio, foram atingidas casas próximas à lagoa e um córrego.

Estima-se que a polícia ambiental recolheu uma tonelada de peixes mortos e outros animais maiores, como capivaras. A estimativa é de que os dejetos já atingiram mais de dez quilômetros do rio. O rio Casca é essencial para o abastecimento de várias cidades, além do sustento das famílias que dependem da atividade da pesca, irrigação e cultivo de alimentos.

Na avaliação do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), “o crime demonstra mais uma vez a contaminação da Bacia do Rio Doce e mais uma vez expõe o sofrimento das populações que vivem do rio

ES-FALA/Informação/ BdF Minas Gerais

Mais Notícias

Deixe um comentário