Homem tenta destruir barreira sanitária em Marilândia

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

A luta contra a pandemia já beira quatro meses no Espírito Santo, o Estado já ultrapassou mil mortes e 25 mil casos confirmados da doença. Uma das atividades que os profissionais de saúde colocam como fundamental são as chamadas barreiras sanitárias, cuja função é abordar diariamente automóveis que possivelmente contenham pessoas com os sintomas da Covid-19. 

Mas um ato de vandalismo chamou a atenção da cidade de Marilândia, a 25 km de Colatina, quando uma pessoa, ainda não identificada pela polícia, tentou derrubar a Tenda da Barreira Sanitária do município, que fica localizada na entrada da cidade. Segundo uma fonte, uma pessoa utilizou um automóvel para arrancar a tenda, mas não conseguiu e causou muitas avarias, dando prejuízo para o município ao tentar destruir um bem público.

“Quem em sã consciência faria isso?”. Essa pergunta foi feita por uma moradora da cidade que se diz abismada com tal vandalismo. “Uma atitude como essa deve ter sido tomada por uma pessoa que odeia a vida e a cidade de Marilândia, pois é inadmissível, no momento que estamos vivendo, onde nós moradores lutamos contra essa doença, vem uma pessoa ou pessoas e fazem algo como isso”. Finaliza a moradora.

A cidade de Marilândia foi a primeira na região em adotar a barreira sanitária. Vários automóveis são abordados diariamente, tendo como objetivo averiguar se algum ocupante do veículo, tem sintomas gripais. Com esta ação, após confirmado a suspeita, uma série de atitudes que envolve a saúde pública do município, são tomadas para proteger a vida dos ocupantes do automóvel, como os habitantes do município.  

Segundo informações, a polícia está investigando para chegar ao autor ou autores desse crime contra o município e contra a saúde pública.

Mais Notícias

Deixe um comentário