Prefeitura solicita distanciamento mas não dá exemplo

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

A Prefeitura de Colatina no combate a pandemia do novo coronavírus é reconhecida como uma das cidades que tem tomado atitudes mais rígidas no que diz respeito ao isolamento social. Atitudes como fechamento total do comércio por 15 dias, no início da pandemia, somente permanecendo as atividades essenciais e setores que são liberados pelo Governo do Estado para funcionarem, em Colatina estão suspensos. Um exemplo é a feira livre, que está suspensa a três meses, e poderá voltar a funcionar no próximo dia 11 de julho.

Diante das atitudes tomadas pela Prefeitura Municipal o que se espera é que a mesma de exemplos que condiz com o rigor que vem conduzindo o período da pandemia junto a setores que estão trabalhando com várias restrições. O município  compõe as cidades que estão na lista do grupo de alto risco de contaminação. 

A Administração Municipal anunciou a abertura do Processo Seletivo Simplificado que tem como finalidade contratar, em designação temporária, profissionais da área da saúde para prestar atendimentos em seus respectivos pontos de apoio conforme necessidade, em virtude da Pandemia de Covid-19. As oportunidades ocorrem para os cargos de: Auxiliar de Serviços Gerais, Motorista, Enfermeiro, Farmacêutico-Bioquímico, Farmacêutico, Médico Clínico Geral, Médico Neurologista, Médico Psiquiatra, Médico Ginecologista, Médico Pediatra, Psicólogo, Terapeuta Ocupacional. 

Mas as inscrições que estão acontecendo nesta segunda-feira (6), trouxe aglomeração de pessoas em frente a sede da Secretaria de Saúde Municipal. “Quando eu vi isso fiquei revoltado, pois pra gente a loja fica fechada nos dias ímpares, com uma pancada de restrição e quem exige de nós faz besteira e cria uma aglomeração desta”. Revela um comerciante que possui uma loja na rua Cassiano Castelo, a mesma da Secretaria de Saúde.
“Vergonha isso, por isso que está esse problema, muita gente contaminado, eles não conseguem controlar nem na porta da Secretaria de Saúde, vai controlar em outro lugar”. Revela um membro do Conselho de Saúde do Município que não quis se identificar. 

As críticas se expandiram para as redes sociais e grupos de aplicativos, sempre com as mesmas críticas, chamando a atenção da Prefeitura de Colatina para a sua responsabilidade em dar exemplo. O mais irônico foi que ocorreu na Porta da Secretaria de Saúde, o principal órgão de combate ao Covid-19.

O outro lado:

Segundo a Secretaria de Comunicação da Prefeitura, no local, pela parte da manhã, tinha uma equipe da área da secretaria e foi pedido para respeitar a fila com o distanciamento exigido, mas não teve jeito. Para a parte da tarde, foi providenciado mais pessoas para compor a equipe de organização e será demarcado o chão para evitar a aglomeração.

Mais Notícias

Deixe um comentário