Ex-encarregado da Metalosa e desportista é a quinquagésima segunda vítima da Covid-19 em Colatina

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Mais um filho da cidade de Colatina faleceu nesta quinta-feira (9), por Covid-19. Desta vez a vítima, foi um desportista que era apaixonado por futebol. Ponciano Galiano de Oliveira, foi técnico de futebol amador, não só da sua comunidade, no bairro Santo Antônio, onde era muito querido, mas em várias outras comunidades no município de Colatina.

Ponciano trabalhou por mais de 35 anos na empresa Metalosa, onde exerceu a função de encarregado, lá permaneceu por 35 anos até se aposentar. Conhecido pelo jeito extrovertido de ser, uma pessoa de muitos amigos tanto nas comunidades, quanto no seu ex-emprego, Ponciano sempre foi muito participativo na vida de todos que o  rodeavam. 

O ex-funcionário da Metalosa, começou a se sentir mal no mês de junho, exatamente no dia 25, quando foi até o Pronto atendimento da Santa Casa de Misericórdia de Colatina, quando foi diagnosticado com dengue, mesmo estando com sintomas da Covid-19, como gripe, febre e dor no corpo. Após o atendimento retornou para sua residência.

No sábado, 27 de junho, com uma piora acentuada, com dificuldades para respirar, sua esposa entrou em contato com um de seus três filhos, para levá-lo ao hospital, pois estava piorando muito seu estado de saúde. Ponciano foi levado por seu filho Janderson para o Hospital Sílvio Avidos, onde foi internado imediatamente e logo após foi intubado.

Lutou pela vida durante 13 dias, nesse período permaneceu intubado. Os medicamentos administrados não tiveram o efeito desejado e Ponciano veia a falecer nesta quinta-feira (9). “Uma dor profunda, foi uma pessoa que deu o melhor de si. Com seu trabalho, educação e exemplo nos colocou no caminho certo da vida”. Revela seu filho Janderson Fernandes de Oliveira.

Ponciano, deixa a esposa, Maria das Graças Fernandes de Oliveira, três filhos, André, Anderson e Janderson, duas noras Alini e Thaís, neto Antony e outra neta que irá nascer em breve.

Segundo amigos de comunidade, um guerreiro que lutou por toda a vida e que aos 62 anos, foi calado por uma das maiores pandemias da história mundial. Fica a lembrança como amigo, esportista e uma pessoa que era admirado pelos amigos e familiares.

Mais Notícias

Deixe um comentário