Sete poderão concorrer à prefeitura de Colatina

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Maricelis Caetano Engelhardt, do Cidadania, e Marcos de Oliveira, do Psol, foram os nomes inseridos nesta quinta-feira (6) na relação de pré-candidatos já confirmados a prefeito de Colatina, ampliando para sete o número de concorrentes ao cargo, ainda com o ocupante atual, Sérgio Meneguelli (Republicanos), indefinido quanto à reeleição, mas com forte indicação de que irá concorrer.

Até agora, além dos dois, mais cinco nomes estão confirmados para disputar a eleição deste ano em Colatina. O vereador Renan Bragatto (PSB), o ex-deputado estadual Genivaldo Lievori (PT), Luciano Merlo (PATRIOTA), Renata Nunes (PL) e Sebastião Demuner (PSD). O partido Republicanos deve ter candidato, o atual prefeito ou outro nome que ele vier a apoiar.

A pré-candidata do Cidadania é professora e foi lançada pelo deputado federal Da Vitória (Cidadania), deixando de lado conversas mantidas com o vereador Renan Bragato. Marcos de Oliveira, servidor público, é militante do Psol e ex-candidato a vereador nas eleições de 2016.

O nome de Maricelis Caetano foi escolhido em reunião do partido, com a participação de pré-candidatos a vereador e do deputado federal Da Vitória.  

 Já o pré-candidato do Psol, Marcos de Oliveira, lançou um manifesto “ao povo de Colatina”, no qual destaca os tempos difíceis, pelo enfrentamento à pandemia do coronavírus, e destaca: “Como se isso não bastasse, nos últimos 20 anos, os governantes de Colatina vem se revezando em ações que revelam autoritarismo, truculência, incompetência, nepotismo e corrupção. Talvez sejam essas as principais caraterísticas dos últimos prefeitos, que embora tenham diferenças pontuais, divergem pouco na essência, mantendo um modelo de cidade voltado para o privilégio de grupos e famílias tradicionais que se instalaram há anos na administração municipal”.

Os outros nomes já postos como pré-candidatos vêm há alguns meses se movimentando para construir a base necessária para a disputa eleitoral.

O Vereador Renan Bragatto conta com o apoio do Deputado Federal licenciado Paulo Foletto, atual Secretário de Agricultura do Estado, e trabalha chamar a atenção do Palácio Anchieta. Renan é o principal nome da oposição ao prefeito Sérgio Meneguelli, juntamente com a vereadora Dra. Audréya, que poderá formar a chapa majoritária com o seu parceiro de legislativo. Desta forma, o PSB poderia vir com uma chapa puro sangue.

Genivaldo Lievore volta ao cenário político municipal com uma ampla bagagem de mandatos de vereador e deputado estadual. Em sua última conversa com o Portal de Notícias ES-FALA, ressalta que sua candidatura, além de viável, servirá para defender o legado do PT no município de Colatina. Mesmo Leonardo Deptulski não estando mais no quadro partidário, visto que quando governou a cidade estava filiado ao Partido dos Trabalhadores.

O economista Sebastião Demuner vem conversando com a cidade nos últimos meses, seus movimentos atualmente estão nos diálogos nos comércios dos bairros da cidade e constantes gravações através das redes sociais, falando sobre economia. Demuner é a aposta do Partido Democrático Social para a disputa eleitoral da prefeitura de Colatina.

O professor universitário Luciano Merlo, ligado ao movimento do Presidente Jair Bolsonaro, mantém diálogos com lideranças em todo o município, detentor de mais de 14 mil votos nas últimas eleições para prefeito, mantém seu movimento político ligado a Carlos Manato, ex-deputado federal.

Renata Nunes é a aposta do Partido Liberal. Com um grupo de vereador muito bem articulado pelo ex-vereador colatinense Hélio Leal, reconhecido no município pela sua capacidade em formar partidos vitoriosos. Renata conta com uma base forte para a disputa.

A incógnita até o momento é se o prefeito Sérgio Meneguelli entrará ou não na disputa. Sérgio vem há meses dizendo que não disputará a reeleição. Segundo lideranças ligadas a Meneguelli, somente discutirão o assunto na primeira semana do mês de setembro. Com indefinição, o movimento político em Colatina poderá não aquecer o suficiente no mês de agosto, deixando para setembro a montagem do tabuleiro eleitoral colatinense.

APÓS O FECHAMENTO DA MATÉRIA:

Outro pré-candidato que tende a entrar na disputa eleitoral em Colatina é o Dr Rogério Resende. Médico, coordenador do programa de saúde da família no município de Colatina. Tem o apoio do Deputado Estadual Renzo Vasconcelos. Dr Rogério, atende nos postos de saúde das comunidades de Colatina há mais de 20 anos.

Mais Notícias

Deixe um comentário