Hortaliças produzidas por detentos são doadas para instituições de caridade em Colatina

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

As verduras, frutas e legumes que são produzidos no projeto Semeando Solidariedade, desenvolvido na Penitenciária de Segurança Média de Colatina (PSMECOL), têm destino certo: familiares dos internos e instituições municipais, como asilos e orfanatos. Os participantes do projeto colhem ainda outros frutos, como a remição da pena e o exercício da cidadania.

O psicólogo da unidade e coordenador técnico do projeto, Karlyan Gomes, explica que, no ano passado, as produções começaram a ser entregues para os familiares dos próprios detentos, em forma de kits, ao término da visita nos finais semana. Hoje, são cultivados verduras, frutas e legumes, como alface, couve, berinjela, temperos, dentre outros alimentos, com doação regular também a instituições municipais, como asilos, creches e orfanatos. 

Na última semana, duas instituições do município de Colatina receberam cestas com hortaliças, reforçando o cardápio dos assistidos com produtos naturais frescos e de qualidade.

“A horta trabalha nos internos o senso de responsabilidade. Responsabilidade com a manutenção e cultivo dos alimentos, com os familiares e cidadãos que receberão os kits, responsabilidade consigo mesmo, na manutenção do projeto para a remição de sua pena. O Semeando Solidariedade existe desde 2017 e cada vez traz melhores resultados, por isso conta com o apoio da equipe para manutenção e aquisição de adubos e outros insumos”, disse Gomes.

Foto ilustrativa captada nas redes sociais.

Mais Notícias

Deixe um comentário