Mãe de colatinense com risco de morte pede ajuda nas redes sociais para salvar o filho

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

O colatinense Bruno Santos Batista, de 28 anos, passa por um dos momentos mais críticos de sua vida. Com sobrepeso desde 12 anos de idade, viu, no último ano, seu estado de saúde ficar crítico ao ponto do médico alertar que, se não reverter sua obesidade mórbida, teria poucos meses de vida.

Bruno teve sua constituição física normal até os 5 anos de idade, mas com o passar dos anos, foi adquirindo cada vez mais peso, mas até os 10 anos de idade ainda não era considerado obeso. Segundo a mãe de Bruno, Solange Oliveira Santos, seu filho era muito ligado ao seu pai. “Com a morte do pai de Bruno, por ele ser muito agarrado a ele, ele desenvolveu muita ansiedade e com o passar dos anos foi ganhando cada vez mais peso”, afirma.

Aos 13 anos, Bruno, já com vergonha de seu peso, optou por fazer uma academia de musculação, mas foi em vão. Após os 18 anos, quando começou a trabalhar, seu peso aumentou ao ponto de desencadear uma série de consequências físicas e emocionais.

Hoje com 28 anos, o morador do Bairro Nossa Senhora Aparecida, uma das comunidades mais tradicionais de Colatina, está em casa há 1 ano. Seu estado de saúde se agrava há cada dia. Com apneia e pressão alta, fica grande parte do dia deitado e, consequentemente, ganhando peso.

“Bruno dorme com muita facilidade, muitas vezes em pé, dorme e cai, e com a queda se machuca. Muitas vezes está falando ao celular e em questão de segundo dorme”, afirma a mãe preocupada. 

Há três anos Bruno deu entrada no SUS pleiteando a cirurgia bariátrica, mas, segundo informações obtidas pela família, existem centenas de pessoas que estão na sua frente pois solicitaram anteriormente o procedimento. A preocupação aumentou nesta última semana, quando Bruno foi se consultar, e o médico o alertou sobre sua situação atual.

Segundo Solange, mãe de Bruno, o médico disse que se permanecer assim como está, sua expectativa de vida é de meses. Por isso, iniciou um movimento nas redes sociais, uma vaquinha eletrônica para que o rapaz obeso, com aproximadamente 190 quilos, possa conquistar a condição de realizar a cirurgia de redução de estômago.

Mas para ter condições de fazer a bariátrica, dos 190 quilos, Bruno precisa perder 50 quilos, antes de operar. É mais um problema, pois existem custos para eliminar essa quantidade de peso, visto que para tanto, é necessário profissional especializado e uma clínica que forneça as condições necessárias para essa conquista.

A mãe de Bruno, num ato de preocupação extrema com a sua saúde, solicitou a ajuda de todos através de doações. Veja o relato da mãe de Bruno Santos Batista, de 28 anos, que sofre de obesidade mórbida. “Sou mãe do Bruno, e venho pedir a vocês ajuda para salvar a vida de meu filho, pois está com problema de saúde grave e está precisando fazer a cirurgia bariátrica com urgência pois está correndo risco de vida. Podendo vir a óbito até dormindo, pois está sofrendo alem da de SUPER OBESIDADE, sofre de Hipertensão, e Apneia Grave.

Estamos fazendo essa vaquinha para arrecadar fundos pois pelo SUS já estamos na fila a 3 anos e nada foi feito. DEUS de tudo em dobro a vocês: vaka.me/1299114

Mais Notícias

Deixe um comentário