Direção do partido político de Meneguelli cobra definição sobre sua candidatura

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

A decisão de Amaro Neto de não disputar a eleição a prefeito da Serra produz múltiplos reflexos no pleito eleitoral em todo o Estado e pode ter reflexo em Colatina. Se Amora era a principal aposta eleitoral do Republicanos, não é exagero dizer que o prefeito Sérgio Meneguelli era a segunda maior. E agora, com Amaro fora do páreo, passa ser a principal. A questão é que até agora, Meneguelli está relutante e até agora não revelou sua decisão.

É claro que essa postura pode não passar de estratégia para desorientar os adversários. Mas, tanto em Colatina como no próprio Republicano, alguns acreditam que ele realmente esteja indeciso e que, imprevisível como é, possa também tirar o time de campo em cima do início da campanha.

Se isso ocorrer, a cúpula do Republicanos se verá diante de um problema sério, pois entrará nesse jogo desprovido daqueles que eram considerados seus dois maiores trunfos. Exatamente por isso, a direção do partido começou a pressionar o prefeito de Colatina mais intensamente por uma decisão. Mas ele disse que somente vai se posicionar no limite do prazo, segundo uma fonte. 

A expectativa é que no dia 15 de setembro, a última data para a realização das convenções partidárias, ele venha revelar sua intenção. Assim usará todo o tempo que dispõem. Enquanto isso, tanto seu partido, quanto os adversários políticos não conseguirão montar o tabuleiro eleitoral e suas estratégias tanto no Estado como em Colatina.

ESFALA/Informação A Gazeta.

Foto captada nas redes sociais.   

Mais Notícias

Deixe um comentário