Governo Casagrande amplia de 17 para 44 o número de leitos de UTI no Hospital Sílvio Avidos

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Com uma estrutura de saúde para realizar os mais diversos atendimentos, da consulta simples a procedimentos complexos, o município de Colatina é referência em assistência na região, e até para outros Estados. Além de garantir os cuidados com a saúde de seus moradores, também recebem pacientes de vários outros lugares.

Com sete hospitais entre públicos, filantrópicos e privados, Colatina também é referência para várias cidades da região Norte e Noroeste e para Estados vizinhos, sobretudo Minas Gerais. Só o Hospital Sílvio Avidos recebe pacientes de 18 cidades. A unidade presta atendimento em 12 áreas, como neurocirurgia, urologia e cardiologia.

Nos primeiros seis meses deste ano, o hospital atendeu a 37.799 pacientes no pronto-socorro, que equivale a uma média de 209 atendimentos por dia.

Nesse período também realizou 2.584 cirurgias, sendo 1.740 delas ortopédicas. O hospital continua sendo uma referência em procedimentos ortopédicos, mas, em virtude da pandemia do novo coronavírus, se transformou em um hospital misto, por que foi referenciado para tratar pessoas com a Covid-19.

O Hospital Silvio Avidos, passou a ter uma porta exclusiva para a entrada dos pacientes suspeitos e confirmados da doença. O número de leitos de UTI foi ampliado pelo Governo do Estado do Espírito Santo, passando de 17 para 44, ao todo.

Outro investimento importante do Governo do Estado na saúde em Colatina, está ocorrendo na Santa Casa de Misericórdia, que recebe pacientes de 18 municípios e presta atendimento em diversas especialidades como cirurgia e clínica geral, ginecologia e obstetrícia e psiquiatria.  Ao todo, são 92 leitos, sendo que 10 de UTI, recém inaugurados para atender pacientes em tratamento de Covid-19. 

ESFALA/Informações A Gazeta/Sesa.    

Mais Notícias

Deixe um comentário