Três cidades que fazem divisa com Colatina já são de Risco Baixo

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

A nova atualização do Mapa de Risco, divulgado pelo Governo do Estado, na manhã deste sábado (29), trás uma boa notícia, mais três municípios entraram em risco baixo no Espírito Santo. Além disso, o novo levantamento revela que nove cidades deixaram a categoria de risco alto e outros seis entraram para o risco moderado. Entre as 25 cidades que estão no risco baixo, Três fazem divisa com Colatina.  Baixo Guandu, Marilândia e João Neiva. 

De acordo com o governo, a Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias. Além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbito dos últimos 14 dias.

Já o eixo de vulnerabilidade passa a considerar a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento de Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença.

“A nova Matriz de Risco de Convivência com a pandemia entra em vigor, nesta segunda, assim como o novo Mapa de Risco. Dois municípios estão em Risco Alto, 51 no moderado e 25 no baixo. O ES segue em queda nos óbitos e precisamos seguir os protocolos para zerar esse número”. Afirma Casagrande.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DOS MUNICÍPIOS QUE FAZEM DIVISA COM COLATINA

Risco moderado: Colatina, Governador Lindenberg, Itaguaçu, Linhares, Pancas, São Roque do Canaã.

Risco baixo: Baixo Guandu, João Neiva e Marilândia.

A estratégia do mapeamento de risco teve início no dia 25 de abril, levando em consideração o coeficiente da doença. No dia 4 de maio, o Mapa de Risco passou a contar a taxa de ocupação dos leitos de UTI. No dia 18 de maio, a Matriz de Risco Ampliada entrou na terceira fase com intenção da faixa de letalidade, do índice de isolamento social, e a porcentagem da população acima de 60 anos – considerado como grupo de risco. Na última fase, a Matriz de Risco Ajustada permitiu que todas as cidades capixabas fossem classificadas de forma individual, sem influencia do grau de risco dos municípios vizinhos.  

Mais Notícias

Deixe um comentário