Garçom de bar famoso em Colatina cai de montaria e tem morte cerebral

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Uma fatalidade aconteceu em Colatina com um jovem de 27 anos. No último domingo (30), um praticante de cavalgada, experiente, caiu de sua montaria e teve traumatismo craniano. A vítima, muito conhecida em Colatina, principalmente pelos frequentadores do Bar de Gerumim, um dos mais famosos da cidade, onde o mesmo trabalhava como Garçom a mais de quatro anos.

Alexandre Rodrigues de Souza, praticava, quase todos os domingos as cavalgadas, que são tradicionais no interior de Colatina, mas na tarde de domingo, 30 de agosto, Alexandre caiu de sua montaria e bateu com a cabeça causando um trauma muito grave que o fez perder a consciência desde então.

Ao dar entrada no Hospital Silvio Avidos, em Colatina, após algumas horas, familiares e amigos receberam a notícia de que a junta médica estava fazendo exames para detectar se tinha ocorrido sua morte cerebral.

Segundo informações, o processo que Alexandre passou para ter a confirmação de sua morte, ocorre somente após terminar uma bateria de exames, cujo o tempo de um exame para o outro são de 12 horas. O último exame ocorreu nesta quinta-feira (3), de madrugada, assim, às 6 horas, houve a confirmação de seu falecimento.

“Muito alegre, comunicativo, feliz, são características que sempre iremos lembrar, já estava conosco há 4 anos”. Revela uma amiga de trabalho. Nas redes sociais, Alexandre sempre fazia questão de expor o carinho que tinha com seus filhos e companheira. Várias fotos de família e outras demonstrando a convivência com os amigos, onde sempre expressava sua felicidade.

Ainda não há informações se haverá a doação dos órgãos de Alexandre para beneficiar pessoas que estão nas filas de transplante, pois para tal procedimento se faz necessário uma análise de uma comissão do hospital que após obterem os resultados dos exames, cujo resultado mostrará se há ou não possibilidade de transplante. Se o resultado dos exames forem positivos para a doação, a junta médica entra em contato com a família para que a mesma defina se quer ou não permitir o procedimento.

Alexandre Rodrigues de Souza, deixa dois filhos e esposa e muitos amigos que sempre tiveram prazer em conviver com ele    

Mais Notícias

Deixe um comentário