Polícia fecha o cerco em Colatina e apreende outro carro com placas clonadas

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Durante realização de um moto patrulhamento policiais militares foram informados de que um indivíduo que havia saído da prisão a aproximadamente 10 dias estava de posse de um veículo Fox Connect, de cor cinza, placa QUI 4C59, no bairro Maria das Graças, em Colatina, veículo possivelmente clonado.

Segundo as informações o proprietário da placa e dados veiculares constantes no carro em posse do suspeito que não teve o nome divulgado, reside no Rio de Janeiro, e que registrou recentemente um Boletim de Ocorrência na  41 Delegacia do Estado do Rio de Janeiro, a respeito de uma multa no ES que havia chegado para o mesmo, sendo que o proprietário não havia saído daquele Estado o que o alertou quanto a uma possível clonagem de seu veículo.

Os militares se deslocaram até o bairro Maria das Graças e na Travessa José Arrebola encontraram e abordaram o veículo e as pessoas que estavam em seu interior.

Na busca veicular foram constatados diversos indícios de violações, como marca de massa lixado na numeração em baixo do banco traseiro, além de adesivos na porta e na lataria próximo ao motor removíveis com facilidade sendo que normalmente se desfazem quando originais e retirados além de uma marca  de raspagem da numeração do motor.

Além de todas essas suspeitas foi perguntado aos ocupantes a origem do veículo já que no documento em mãos e no sistema constava  a propriedade em nome de Thiago da Silva Alves Coelho.

Várias versões foram apresentadas. Na primeira o suspeito disse ter alugado o carro em uma locadora de Linhares, apesar do nome no documento ser de um particular.

Na segunda versão disse ter pegado o carro emprestado com um amigo de Santa Maria de Jetibá mesmo sabendo que o veículo não estava legalizado.

Na terceira versão o suspeito relatou ter comprado o Fox por 40 mil reais. Houve uma quarta versão. O carona disse ter comprado no OLX de uma pessoa de nome Marcos que disse que estava vendendo  um carro POKEMON (nomenclatura utilizada para indicar veículos com pendências cíveis que encontra-se em nome de terceiros geralmente negativados  por tal compra).

Os militares então entraram em contato com Thiago da Silva Alves Coelho proprietário da placa clonada que confirmou a situação.

Diante das divergências de versões além das características de violação dos marcadores, de chassi do veículo fatos coincidiram com as denúncias passadas e o contato com o proprietário da placa os policiais detiveram os indivíduos que estavam no veículo encaminhando os mesmos à Delegacia de Polícia de Colatina.

Na Delegacia os militares conseguiram rastrear através de um aparelho o verdadeiro chassi do veículo consultado no sistema e ficou constatado tratar-se de um veículo objeto  de roubo no dia 12  de fevereiro de 2020 na cidade da Serra (ES), veículo registrado  como proprietário Network Solution LTDA me.

Mais Notícias

Deixe um comentário