Surfista colatinense morre aos 55 anos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Ricardo Guimarães, 55 anos, faleceu na madrugada de segunda-feira (11), em Colatina. Germinho, como era conhecido no mundo do surfe, estava internado no Hospital Sílvio Avidos desde o domingo.

Familiares relataram que Ricardo e a esposa vieram para Colatina passar o fim de semana e no domingo pela manhã ele teria acordado com uma forte dor na cabeça, foi levado para a Santa Casa da Misericórdia e em seguida transferido para o Sílvio Avidos, mas acabou vindo a óbito.

Conforme um dos filhos do atleta, a causa da morte ainda não foi confirmada, mas a suspeita é de que ele tenha sofrido um acidente vascular cerebral (AVC) com evolução para óbito. Circulam nas redes sociais a informação de a morte estaria relacionada com a covid-19, mas, segundo a família, essa informação não é verdadeira.

História no surfe
Germinho começou a surfar desde cedo e sempre incentivou a prática do esporte no estado. O atleta chegou a desenvolver a marca “Quebra Onda”, especializada na linha surfware.

O Campeonato Tríplice Coroa, idealizado por ele, foi um dos grandes eventos do surfe nacional e trouxe competidores de outros estados e até de outros países para as praias capixabas.

Fonte: Gazeta

Deixe um comentário