Manifestação contra preço alto dos combustíveis reuni motoristas de aplicativos e motoboys nesta segunda (22), em Colatina

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Como combinado pelas redes sociais e grupos de aplicativos, ocorreu na tarde desta segunda-feira (22), mais uma manifestação contra os preços dos combustíveis que nos últimos meses vem aumentando constantemente. Em Colatina a gasolina vendida no dinheiro ou no débito já está em R$ 5,39, nos postos do centro da cidade.

A concentração para a manifestação foi marcada para às 16h10, na Avenida Senador Moacyr Dalla e o percurso foi discutido entre os participantes antecipadamente. A manifestação seguiu pela Avenida Silvio Avidos tendo como objetivo o abastecimento simbólico em dois postos de combustíveis.

No momento da concentração em um dos postos, a aglomeração de motociclistas e motoristas de automóveis que atendem via aplicativo, foi significativa, fazendo o trânsito fluir com dificuldade. Mas logo os manifestantes seguiram para outro posto de combustível para novamente abastecerem seus veículos pagando R$ 0,50 centavos e solicitando a nota fiscal da compra.

“A gente tem que fazer alguma coisa, a gasolina tá muito cara e eu e minha família sobrevivemos do meu trabalho de entregador. Você imagina pagando mais de R$ 5,00 reais em um litro de gasolina, isso no final do dia não sobra quase nada”. Revela um dos manifestantes que abasteceu sua motocicleta.

Com novos reajustes nos combustíveis, uma onda de manifestações teve início na última sexta-feira (19). Com o óleo diesel 15,2% mais caro e a gasolina aumentando em 10,2%, o preço médio da gasolina, atualmente em R $5,03 no Espírito Santo, aumentou 32,6% nos últimos nove meses. 

Em alguns municípios, a gasolina deve chegar a R$ 6, atingindo o maior preço nominal desde o início do Plano Real, há 27 anos.  

MANIFESTAÇÃO DE SEXTA-FEIRA (19) 

Na última sexta-feira (19), já ocorreram manifestações de motoristas que percorreram alguns postos do centro de Colatina e São Silvano. O objetivo, segundo um dos participantes, é demonstrar a insatisfação do consumidor com os reajustes e os impostos embutidos nos mesmos.

    

Manifestação ocasionou congestionamento no centro de Colatina

MANIFESTAÇÃO EM LINHARES

Condutores de motos e carros formaram filas para abastecer R$ 0,50 nos postos de Linhares. A ação foi em protesto contra o aumento do litro de gasolina e do diesel. Os proprietários dos veículos abasteceram e pediram a nota fiscal.

No sábado, outro protesto ocorreu em Linhares, desta vez, as manifestações foram de motoristas de aplicativos e de mototaxistas que parou nos dois sentidos da BR 101, no km 150. A manifestação começou por volta das 15h30, reunindo em torno de 60 pessoas. 

Postos de combustíveis de Linhares

Deixe um comentário