Hospital Sílvio Avidos está com 100% dos leitos de UTI Covid-19 ocupados

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

A cidade de Colatina passa por um dos piores momentos da pandemia do novo coronavírus, os índices de contágios estão aumentando e as vagas nas UTIs estão quase em lotação máxima. A maior referência no tratamento da Covid-19, na região Noroeste, o Hospital Sílvio Avidos, está trabalhando sob pressão, pois não tem mais vagas na Unidade de Terapia Intensiva. 

Dos 27 leitos da UTI Covid-19 no Hospital Sílvio Avidos, todos estão ocupados. Isso significa que neste momento se um paciente que está na enfermaria precisar ser transferido para a Unidade de Terapia Intensiva, terá que ser transferido para outro hospital da rede pública no Estado.

Os pacientes que estão nas UTIs Covid do Hospital Sílvio Avidos, que apresentam melhoras com condições de transferências, também são enviados para outros Hospitais, para que seja aplicado o chamado “giro de leito”.

O percentual de taxa de ocupação da enfermaria do Hospital Sílvio Avidos está em 72,2%. No total são 36 leitos, destes, 26 estão ocupados. A preocupação dos profissionais de saúde do município está se acentuando a cada dia, pois o número de pacientes que chegam no hospital também está aumentando.

Outro hospital em Colatina que está com 100% de taxa de ocupação das UTIs, é a Santa Casa de Misericórdia. Já faz duas semanas que a Unidade de Terapia Intensiva está 100% ocupada. São 10 leitos de UTI Covid-19 e 20 leitos de enfermaria, sendo que destes 15 estão ocupados, um percentual de 75% de taxa de ocupação.

Na semana passada o prefeito Guerino Balestrassi deu uma entrevista, dizendo que a cidade de Colatina já havia colapsado, disse que espera junto ao Governo do Estado a implantação de mais leitos de UTI em Colatina. Na ocasião, Balestrassi disse que falta espaço físico para a construção de novos leitos em alguns hospitais e disse que se for necessário destinará uma área da sede da Secretaria de Saúde Municipal para a implantação dos leitos. A secretaria fica em frente ao Hospital Sílvio Avidos no centro de Colatina.     

2 respostas

  1. eu como simples cidadã de Colatina acho que ,o prefeito deveria pedir ajudas cabíveis,junto ao governo ,e promotoria e fechar tudo porque ninguém vai morrer de fome se fechar os supermercados ,mas se ficar assim vai morrer muita gente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular