Classe comercial de luto em Colatina: morre, aos 72 anos, Fábio Nogueira vítima da Pós-Covid-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Um dos comerciantes mais antigos de Colatina, ex-proprietário da famosa Casa Nogueira, faleceu nesta segunda-feira (5), às 16, horas devido às consequências do pós-covid. José Fábio Cezar Nogueira não resistiu a uma parada cardíaca, internado em um hospital particular da cidade. O falecimento de Fábio Nogueira causou surpresa e tristeza entre amigos e a classe empresarial do município.

Uma pessoa feliz, que gostava da vida e adorava brincar com todos. Por trás desta personalidade tão querida entre os colatinenses estava um senhor de 72 anos de idade que teve uma vida dedicada ao trabalho e família. Fábio começou a trabalhar aos 12 anos, na loja de seu pai em São Silvano, inaugurada em julho de 1956.

Ainda um adolescente, logo demonstrou aptidão para o comércio e, juntamente com seu pai, Ioná Aguiar Nogueira, transformou a marca em uma das mais conhecidas da região, pois a Loja Casa Nogueira se transformou em uma referência na região Noroeste do Estado. Há 10 anos Fábio Nogueira se aposentou e a loja passou a ser administrada pelo filho Fabiano Nogueira.

Publicação da foto de Fábio Nogueira ainda adolescente na loja Casa Nogueira

O senhor, que era natural de Itaperuna (RJ), veio ainda criança para Colatina e mantinha a sua característica principal, a felicidade e a alegria de viver. Contudo, a família percebeu que ele estava diferente, mais quieto e sem querer se alimentar. Nesse instante resolveram levá-lo a um hospital particular para saber o motivo da falta de apetite e sua quietude.

No dia 12 de março o ex-comerciante positivou para a Covid-19. No mesmo dia foi internado na enfermaria onde manteve o tratamento por seis dias. No dia 18 de março, devido ao agravamento de seu estado foi transferido para a UTI, foi entubado e, posteriormente, foi realizada uma traqueostomia.

“Após ser feita a traqueostomia meu pai melhorou bem, em dois dias ele voltou para o quarto do hospital e estava se recuperando muito bem, mas nesta segunda, às 16 horas recebemos a notícia de que ele tinha sofrido uma parada cardíaca e veio a falecer às 20h30. O hospital informou que a causa foi a complicação da pós-covid”. Revelou o filho Juliano, conhecido como Tatu Nogueira.

Manifestações de pesar pelo falecimento de Fábio Nogueira foram realizadas em vários setores da cidade. Por ser muito querido e respeitado, nas redes sociais, grupos de aplicativos e classe empresarial manifestaram a tristeza pela perda de uma pessoa que irradiava felicidade e alto astral.

José Fabio Cezar Nogueira, deixa esposa, Dona Heloisa Helena, e três filhos, Fabiano, Juliano, Milena além de muitas pessoas que conviveram com ele e o admiravam pelo seu jeito simples, pelo seu caráter e pela forma respeitosa que tratou a todos com quem conviveu nesses 72 anos.

4 respostas

  1. Deixo aqui meus sentimentos a toda família e, também em nome do meu tio Samuel que considerava Fábio mais que um amigo e sim um irmão.
    Peço ao bondoso Deus que dê força e conforto a família enlutada.🙏
    Força e fé! 🙏

  2. Pessoa maravilhosa, gentil, super educado, e humilde, desde pequenino frequentava a loja, para comprar aviamentos para a minha mãe e minha avó, e era sempre bem atendido pelo Fábio e pelo seu ioná, Fábio sempre brincando, e com sorriso nos lábios, tratava a todos de maneira igual, dava prazer ir na casa Nogueira, eu era muito bem recebido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular