Comércio volta a fechar segunda-feira (12) em Colatina; saiba o que pode funcionar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Por estarem classificadas no risco extremo para o novo coronavírus, Colatina e as cidades que fazem divisa com o município (Linhares, Baixo Guandu, João Neiva e Pancas), vão adotar medidas mais restritivas para o funcionamento do comércio, shoppings, bares, restaurantes, academias, escolas, entre outros estabelecimentos.

Algumas atividades consideradas não essenciais, como o comércio de rua e restaurantes, podem funcionar apenas três dias na semana. Bares e academias continuam fechados e agências bancárias só podem abrir para a realização de saques de benefícios assistenciais. Já nas escolas, as aulas só podem acontecer de maneira remota.

Já as atividades essenciais, como supermercados, farmácias, indústria, atividade de assistência à saúde e lotéricas, entre outros estabelecimentos, podem funcionar até as 20 horas, de segunda-feira a sábado. No entanto, ficarão fechados aos domingos e feriados.

Com relação ao transporte público, o governador Renato Casagrande anunciou, também durante o pronunciamento desta sexta-feira, que os ônibus voltarão a circular na próxima terça-feira (13).

Entre terça a sexta-feira, os ônibus vão circular nos mesmos horários de antes do início da paralisação, ou seja, de 5h às 22h, nos dias úteis. Já no próximo sábado (17) e domingo (18), os ônibus não irão operar. Os ônibus “estão sem circular” nas ruas de Colatina desde o dia 28 de março.

Além das cidades no risco extremo, outras 34 permanecerão em risco alto (Governador Lindenberg, Itaguaçu, São Domingos do Norte, São Roque do Canaã) para a covid-19 na semana que vem, segundo o Mapa de Risco. Nesses municípios, há uma restrição um pouco menor em relação aos do risco extremo, como, por exemplo, a possibilidade de as atividades não essenciais funcionarem de segunda a sábado.

Ainda de acordo com o Mapa de Risco, somente duas cidades capixabas estarão no risco moderado: Conceição da Barra e Ibitirama, que já estão nessa situação atualmente. Nenhum município está em risco baixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular