Antes opção barata, preço do GNV dispara e já custa R$ 4,50 nos postos de Colatina

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Desde o último sábado (1º) o aumento de quase R$ 1 no preço do Gás Natural Veicular (GNV) nas bombas dos postos de combustíveis de Colatina tem assustado motoristas que abastecem seus carros. A mudança acompanha o reajuste de 39% no preço médio do gás natural nas distribuidoras. 

No Posto GNV Colatina, por exemplo, que fica localizado na rodovia Armando Martinelli, no bairro Carlos Germano Naumann, o metro cúbico do GNV, que custava R$ 3,69 nas bombas, chegou a R$ 4,49. 

Segundo a Petrobras, a variação acontece pela aplicação das fórmulas dos contratos de fornecimento, que vinculam o preço à cotação do petróleo e à taxa de câmbio. O GNV ainda é considerado mais vantajoso para quem utiliza muito o carro e roda bastante, como é o caso de taxistas e motoristas de aplicativo. 

Um motorista de aplicativo, que não quis dizer o nome, diz que ficou mais difícil trabalhar com o aumento de preço. “Esse reajuste é uma covardia. Eu vou precisar aumentar a minha meta do dia para conseguir pagar este custo. O jeito será rodar oito horas por dia e trabalhar de domingo a domingo”, contou. É bom lembrar que o preço de cada posto é de livre decisão do proprietário. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular