Em busca de emprego em Colatina e região? Veja dicas para aumentar suas chances na disputa por uma vaga

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

A pandemia alterou a economia de todos os países mundo e em Colatina e a região Noroeste não foi diferente. O desemprego, claro, também foi impactado. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil teve um recorde histórico da série iniciada desde 2012. Entre fevereiro e abril de 2021, havia cerca de 14,7% desempregados.

Com o avanço da vacinação contra a covid-19, a tendência é a retomada da economia. Muitas empresas estão voltando a contratar profissionais e, por isso, é fundamental os candidatos terem pontos positivos que atraiam a atenção dos recrutadores e gestores das empresas.

Qual o perfil desejado pelas empresas?

A consultora de desenvolvimento organizacional, Roberta Kato, destacou que, neste momento, o mercado de trabalho tem buscado, principalmente, aqueles profissionais que conseguem se adaptar as mudanças. 

“O mercado de trabalho, neste momento, tem valorizado os profissionais que tem alto nível de adaptabilidade, devido a necessidade de se adaptar a mudanças constantes e perfil de aprendizado. Os que têm um olhar de melhoria contínua também são mais valorizados e isso envolve a capacidade de enxergar e propor soluções ao invés de reclamar. O que chamamos de postura protagonista”, frisou.

Como retomar ou ingressar no mercado de trabalho? 

Para Roberta, quem ficou desempregado durante a crise e deseja retomar ao mercado de trabalho, ou mesmo quem está ingressando agora deve ficar atento a um ponto muito importante: as mudanças. 

“Busque entender as mudanças recentes, novas habilidades requeridas e as desenvolva. Reclamar que o mercado de trabalho mudou não ajuda na contratação e ainda depõe contra o candidato. Não subestime o poder de um bom ‘networking’, ele ainda faz diferença”, ressaltou. 

Home office é uma tendência? 

Segundo Roberta, a pandemia ajudou a acentuar o teletrabalho. A tendência é para que o mercado busque profissionais com habilidades no meio digital. “Já existia uma relação entre o mundo digital e o profissional. A pandemia e o teletrabalho acentuaram essas questões”. 

Redes sociais

Segundo a consultora, neste ambiente digital, o candidato precisa ficar atento ao que é publicado nas redes sociais, já que elas acabam se tornando uma vitrine. “Ter um perfil nas mídias digitais conta ponto, por isso é importante estar atento ao que escreve e como se posiciona”, orientou. 

Faça currículos atrativos e sem informações em excesso

O especialista em educação e sócio do Centro de Brasileiro de Cursos, Jefferson Vendrametto, também separou algumas dicas para ajudar aqueles que estão em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho. 

A orientação do especialista é para que o candidato seja objetivo ao preencher o currículo e se cadastre em diversos sites que oferecem o currículo online gratuito. 

“Já está ultrapassado currículos com muitas informações, prolixo, e em formatos sem objetividade, principalmente sobre as atividades exercidas. Inove e coloque apenas as informações que serão necessárias para aquela vaga”, destacou. 

Aposte nos cursos e especializações

De acordo com Jefferson, cursos e especializações em uma área de ampla contratação pode ser um ponto positivo para quem busca ingressar no mercado de trabalho.

“Se puder fazer algum curso, que seja em uma área de ampla contratação, como está acontecendo com as empresas de Tecnologia da Informação (T.I) e Administração, faça. Pode ser uma oportunidade para você que perdeu o emprego e não sabe muito bem o que fazer ou em qual área investir sua próxima qualificação”, afirmou. 

Pesquise sobre as empresas antes de se candidatar

Pesquisar a empresa e a área de atuação poderá ajudar o candidato no momento da entrevista. Segundo Jefferson, é importante saber quais áreas a atuação do profissional pode ser útil para a empresa. 

A dica fundamental é começar esta pesquisa com as empresas que o candidato tenha vontade de aprender e trabalhar. 

Conheça os valores da corporação 

Antes de se candidatar a uma vaga, é importante o trabalhador conhecer os valores da companhia. Além disso, ele também deve buscar informações sobre as oportunidades de crescimento e treinamentos oferecidos. 

As redes sociais voltadas a contatos profissionais, vagas e carreira podem ser um aliado nesta pesquisa, além, claro, de expandir a rede de contatos.

Tenha foco, disciplina e comprometimento

Segundo Jefferson, esses três pilares são os que movem qualquer âmbito de relações trabalhistas. “As habilidades podem ser desenvolvidas, mas se o candidato não tiver nítido o que ele quer, manter-se focado mesmo na pressão e comprometido com os resultados e processos da empresa, isso transparecerá durante a entrevista”, frisou. 

Saiba quais são suas qualidades e melhore nos pontos que tiver dificuldade

Ser seguro do que sabe fazer e o que pode oferecer para uma empresa é um ponto positivo para construir uma postura profissional adequada. Já as dificuldades, de acordo com os especialistas, devem ser trabalhadas sejam elas comportamentais ou técnicas. 

Criar mecanismos que ajudem a trabalhar em equipe, cumprir prazos e determinadas tarefas são muito úteis e podem fazer com que o gestor perceba o seu potencial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular