Professor forma grupo que distribui comida e cobertores a moradores em situação de rua em Baixo Guandu

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Um professor da rede pública de ensino em Baixo Guandu realiza desde o início do ano, com ajuda de voluntários, um trabalho de conforto e auxílio a moradores em situação de rua na cidade.

Todas as sextas-feiras, e também em outros dias da semana quando há doações, o grupo formado pelo professor J.C.T.A, intitulado “Somos Todos Irmãos” percorre as ruas de Baixo Guandu levando marmitas com comida quentinha e eventualmente cobertores e agasalhos, importantes nestes dias de bastante frio na cidade.

O professor que formou o grupo conta que tomou a atitude após receber de Deus uma mensagem com a passagem bíblica escrita em Lucas 10,35: ” Cuida dele; e tudo o que de mais gastares, eu te pagarei quando voltar”.

O professor é Católico e revela estar muito feliz com a iniciativa, evitando dar publicidade ao gesto que toda semana toma algumas horas dele e de mais 5 voluntários – Bruna, Maria Daniela, Carlos Fernando, Tiago e Karla. “Não tem preço ver a felicidade daqueles moradores em situação de rua, conversar com eles. Por trás de cada um existe uma história e a comida que levamos é apenas um ingrediente na atenção que eles precisam”, diz o voluntário Carlos Fernando.

A comida é distribuída geralmente após as 20 horas. O grupo “Somos todos Irmãos” sai às ruas com as marmitas térmicas e já conhece os locais onde as pessoas vulneráveis se abrigam, sob marquises para evitar o sereno. Eles mudam muito de lugar, mas se concentram principalmente no centro da cidade.

Geralmente são encontrados de 12 a 18 moradores na rua, que segundo um voluntário, ficam muito satisfeitos com o alimento, ou agasalho distribuído eventualmente e principalmente a atenção. “Eles gostam de conversar, de serem ouvidos. Fazer este gesto é muito gratificante”, diz um voluntário do projeto.

ESFALA: informação Folha1 Baixo Guandu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular